15 mar 2006 - 13h12

Torcida apóia restrição a trabalho da imprensa

Na semana passada, a diretoria do Atlético anunciou algumas medidas que implementaram uma nova política em relação ao trabalho da imprensa no CT do Caju. Os jornalistas foram impedidos de entrar no Centro de Treinamentos para acompanhar os treinamentos. Também foi proibida a gravação de imagens e dos atletas e integrantes da comissão técnica. Por outro lado, foram instituídas duas entrevistas coletivas por semana (às terças e sextas-feiras).

A medida causou muita polêmica, mas a maior parte da torcida compreendeu as razões da diretoria. Em enquete promovida pela Furacao.com na última semana, 55,8% de 3.509 internautas votaram na opção favorável às medidas restritivas à imprensa. "Devem existir regras estipuladas pelo clube quanto ao acesso dos jornalistas a jogadores, dirigentes, treinos etc. O que me preocupa é que a imprensa, de maneira geral, quando acha que está sendo relegada ou boicotada, pode criar notícias. Um comentário aqui, uma cutucada ali, e de repente uma desestabilização pode acontecer no ambiente. Precisamos tomar cuidado, não ser muito radicais, ter a sensibilidade para impor nossa vontade sem parecer estar agredindo. Nesse momento, me parece que a imprensa está se sentindo como que agredida", opinou o atleticano A. C. Buchmann, que votou na opção "sim".

Por outro lado, 34,5% dos atleticanos se manifestaram contrários às medidas. "O Atlético é do povo e deve ter outros enfoques senão o dos dirigentes. Avalizo o trabalho da diretoria, foi a melhor que tivemos até hoje, porém tem certas coisas que o povo quer saber e estamos sendo impedidos disso", comentou F. Pereira, que votou "não".

Clique aqui e confira o resultado da enquete.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Aleluia!

Pela rodada 13 do Brasileirão, no Barracão, Vitória 0 x 1 Athletico. Vindo de uma sequência horrorosa de resultados o Athletico precisava se recuperar no…