16 mar 2006 - 8h50

Manchetes atleticanas desta quinta-feira

Atlético cobra mais empenho dos jogadores
Recado dado, recado entendido! Pelo menos é isso que dá para tirar das declarações dos jogadores após o “pito” do presidente do conselho deliberativo do Atlético, Mário Celso Petraglia. O dirigente cobrou mais “empenho” e o time promete mais “tesão” contra a Adap, às 15h30 de sábado, na Arena da Baixada, e a consequente classificação para a semifinal do Campeonato Paranaense. Enquanto isso, eles seguem esperando pela volta do técnico Lothar Matthäus treinando no CT do Caju sem a presença da imprensa, mas sob o comando do interino Vinícius Eutrópio.

 

Apuros contra pequenos ameaçam vaga rubro-negra
O Atlético contabiliza 25 jogos de invencibilidade na Arena. Mas a estatística não é tão animadora se levado em consideração apenas o retrospecto de 2006. Em sete jogos contra times do interior, o Rubro-Negro ganhou quatro e empatou três. Apenas uma das vitórias foi por mais de um gol de diferença, placar necessário para eliminar a Adap, sábado, sem a necessidade de uma disputa por pênaltis – depois da vitória por 2 a 1 em casa, o time de Campo Mourão traz a vantagem do empate para se classificar às semifinais.

 

Petraglia cobra rendimento do Atlético-PR
O presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mario Celso Petraglia, cobrou, pessoalmente, um melhor rendimento da equipe na partida contra a Adap, sábado, pelas quartas-de-final do Paranaense 2006.

 

Sem Matthäus, Atlético vira o Cianorte
O Atlético sem Lothar Matthäus é um outro time. Os jogadores admitem que a ausência do treinador é um problema a ser administrado, mas são os números que revelam o maior prejuízo. Sob o comando do técnico alemão, o time manteve 81% de aproveitamento no Campeonato Paranaense — cinco vitórias e dois empates em sete jogos. Sem ele, a equipe sofreu três derrotas, empatou dois jogos e venceu três, com aproveitamento de 46% dos pontos disputados. Os números são semelhantes ao do Cianorte (45% de aproveitamento), que ficou na quinta posição do Grupo A e foi eliminado da competição.

 

Dagoberto volta ao Atlético na decisão contra a Adap
O alemão Lothar Matthaus ainda não deu as caras no Atlético. Enquanto isso, a equipe procura esquecer os problemas extracampo para se concentrar somente no duelo contra a Adap, no sábado. O elenco rubro-negro sabe que vencer, e por dois de diferença, não será uma tarefa fácil, mesmo atuando perante sua torcida. A esperança de reabilitação fica por conta do retorno de Dagoberto, que certamente estará em campo na Arena.

 

Dagoberto está intimado a jogar no sábado
Já que o presidente de verdade mandou, o atacante Dagoberto voltou a trabalhar rapidinho e já confirmou presença no jogo do próximo sábado, contra a Adap, pelas quartas-de-final do Campeonato Paranaense. O time perdeu por 2 X 1 o jogo de ida e, para chegar às semifinais do Estadual, terá que vencer por dois gols de diferença.

 


Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…