16 mar 2006 - 8h50

Manchetes atleticanas desta quinta-feira

Atlético cobra mais empenho dos jogadores
Recado dado, recado entendido! Pelo menos é isso que dá para tirar das declarações dos jogadores após o “pito” do presidente do conselho deliberativo do Atlético, Mário Celso Petraglia. O dirigente cobrou mais “empenho” e o time promete mais “tesão” contra a Adap, às 15h30 de sábado, na Arena da Baixada, e a consequente classificação para a semifinal do Campeonato Paranaense. Enquanto isso, eles seguem esperando pela volta do técnico Lothar Matthäus treinando no CT do Caju sem a presença da imprensa, mas sob o comando do interino Vinícius Eutrópio.

 

Apuros contra pequenos ameaçam vaga rubro-negra
O Atlético contabiliza 25 jogos de invencibilidade na Arena. Mas a estatística não é tão animadora se levado em consideração apenas o retrospecto de 2006. Em sete jogos contra times do interior, o Rubro-Negro ganhou quatro e empatou três. Apenas uma das vitórias foi por mais de um gol de diferença, placar necessário para eliminar a Adap, sábado, sem a necessidade de uma disputa por pênaltis – depois da vitória por 2 a 1 em casa, o time de Campo Mourão traz a vantagem do empate para se classificar às semifinais.

 

Petraglia cobra rendimento do Atlético-PR
O presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mario Celso Petraglia, cobrou, pessoalmente, um melhor rendimento da equipe na partida contra a Adap, sábado, pelas quartas-de-final do Paranaense 2006.

 

Sem Matthäus, Atlético vira o Cianorte
O Atlético sem Lothar Matthäus é um outro time. Os jogadores admitem que a ausência do treinador é um problema a ser administrado, mas são os números que revelam o maior prejuízo. Sob o comando do técnico alemão, o time manteve 81% de aproveitamento no Campeonato Paranaense — cinco vitórias e dois empates em sete jogos. Sem ele, a equipe sofreu três derrotas, empatou dois jogos e venceu três, com aproveitamento de 46% dos pontos disputados. Os números são semelhantes ao do Cianorte (45% de aproveitamento), que ficou na quinta posição do Grupo A e foi eliminado da competição.

 

Dagoberto volta ao Atlético na decisão contra a Adap
O alemão Lothar Matthaus ainda não deu as caras no Atlético. Enquanto isso, a equipe procura esquecer os problemas extracampo para se concentrar somente no duelo contra a Adap, no sábado. O elenco rubro-negro sabe que vencer, e por dois de diferença, não será uma tarefa fácil, mesmo atuando perante sua torcida. A esperança de reabilitação fica por conta do retorno de Dagoberto, que certamente estará em campo na Arena.

 

Dagoberto está intimado a jogar no sábado
Já que o presidente de verdade mandou, o atacante Dagoberto voltou a trabalhar rapidinho e já confirmou presença no jogo do próximo sábado, contra a Adap, pelas quartas-de-final do Campeonato Paranaense. O time perdeu por 2 X 1 o jogo de ida e, para chegar às semifinais do Estadual, terá que vencer por dois gols de diferença.

 


Últimas Notícias

Brasileirão A1

Aleluia!

Pela rodada 13 do Brasileirão, no Barracão, Vitória 0 x 1 Athletico. Vindo de uma sequência horrorosa de resultados o Athletico precisava se recuperar no…