17 mar 2006 - 15h03

Ex-tradutor de Matthäus pode processar o Furacão

O ex-intérprete do técnico Lothar Matthäus, o alemão Jost Vieth, poderá entrar na justiça contra o Clube Atlético Paranaense. O motivo seria sua dispensa pelo clube, que ocorreu no início deste mês. O advogado de Jost, Célio Pereira de Oliveira, declarou à Tribuna do Paraná que havia uma cláusula no contrato com o Rubro-Negro que garantia a estada de seu cliente no Brasil por um ano. O auxiliar entende que tem direito a uma indenização pela rescisão contratual.

Jost Vieth foi demitido pelo Atlético após um mês de trabalho a pedido do próprio Matthäus. Em um texto publicado no seu site, o técnico revelou que os jogadores não estavam compreendendo a tradução feita por Vieth. Desse modo, o auxiliar teria uma função praticamente inútil na comissão técnica. Com a saída de Jost Vieth, o tradutor Klaus Junginger retornou ao clube para realizar as traduções para Matthäus.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…