18 mar 2006 - 23h22

Atlético aguarda Matthäus até segunda-feira

Apesar de o técnico Lothar Matthäus ter revelado à imprensa alemã que não é mais funcionário do Atlético, o clube ainda não oficializou sua saída. Nesta sexta-feira, o jornal alemão Bild publicou uma reportagem na qual Matthäus declarava ter decidido deixar o Atlético para passar mais tempo com sua esposa Marijana e os enteados. Na matéria, ele dizia que havia comunicado sua decisão aos dirigentes do clube para que pudesse ser contratado um novo treinador.

Porém, Mario Celso Petraglia afirmou neste sábado que o clube não foi comunicado oficialmente por Matthäus. O dirigente deu detalhes da relação do Atlético com o treinador durante a entrevista coletiva concedida após a derrota para a ADAP por 2 a 1. "Ele nos solicitou (autorização para viajar) e, posteriormente, esteve em reunião com todos os jogadores, dizendo que tinha um grande e sério problema pessoal, sem entrar em detalhes. Pediu que não perguntássemos (o motivo da viagem) e uma liberação por três, no máximo quatro dias. Na terça-feira, completaremos quinze dias e ele oficialmente não deu nenhuma posição", revelou Petraglia.

O dirigente disse que conversou com Matthäus por telefone e pediu seu retorno. "Nós tentamos de várias maneiras ter uma resposta sobre a volta dele. Ele tem um contrato formalizado com o Atlético até dezembro de 2006 e, em momento nenhum, qualquer pessoa definiu se ele voltará ou não", disse. "O Lothar Matthäus não comunicou em momento nenhum, de forma alguma à direção do Atlético (sua demissão). Sabemos tanto quanto vocês sabem, por informação da imprensa alemã. Vamos aguardar oficialmente", completou o dirigente rubro-negro.

Notificação

Diante da ausência prolongada de Matthäus, o Atlético promoveu uma notificação oficial ao técnico. "O Atlético, na quinta-feira, reunido com o seu departamento jurídico, fez uma notificação à Stellar Group, uma comunicação ao seu agente FIFA e fez uma comunicação ao próprio Matthäus, dando até amanhã para que ele retorne a Curitiba para cumprir o seu contrato. Caso contrário, o Atlético considerará a rescisão indireta do contrato e abandono de emprego. Essa foi a posição do Atlético na quinta-feira e até agora não tivemos uma resposta", informou Petraglia.

Ou seja, o clube aguardará uma resposta até segunda-feira. Enquanto isso, os dirigentes pensam em alternativas. "Seria leviano da nossa parte se não tivéssemos pensando na possibilidade do Lothar Matthäus não voltar. Ele nos prometeu, nos deu a palavra que retornaria, mas os problemas devem ter sido mais graves do que inicialmente ele pensava e não retornou. O Atlético está pensando em outras alternativas, mas nós não fizemos nenhum contato oficial com nenhum técnico até agora", comentou o presidente do Conselho.

Comunicado

O Jornal da Band deste sábado divulgou a informação de que Matthäus teria comunicado o clube de sua decisão de não retornar na quarta-feira, através de um e-mail.



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…