20 mar 2006 - 18h57

Representantes da ONU estiveram na Arena

Aproveitando o 3º Encontro das Partes (MOP-3) do Protocolo de Cartagena e o 8º Encontro Ordinário da Conferência das Partes da Convenção (COP-8), o Atlético levou representantes da ONU à Kyocera Arena no último sábado. O coordenador da Convenção de Diversidade Biológica (CDB), o egípcio Aballache Yesli, gostou muito da experiência.

"Eu confesso que é uma experiência memorável. É a primeira vez que vou a um estádio e ainda em um país onde o futebol é o esporte principal", afirmou. Ao lado de Ernesto Rubarth (Ministro do Itamaraty), Tony Gross (Assessor da Ministra Marina Silva), Sam Johnson (Universidade das Nações Unidas), Rudy Vandyck, John Fry e Ruth Mackenzie (Secretariado Internacional da ONU), o coordenador assistiu ao jogo contra a ADAP no camarote VIP.

Yesli acompanha futebol apenas pela televisão, mas gostou de assistir à partida no estádio atleticano e elogiou a postura das equipes durante o jogo. "Acompanho futebol pela TV local, mas nunca tinha ido a um estádio e essa atmosfera é muito legal. É um jogo muito disputado e os dois times estão jogando na bola, sem violência, e é assim que o esporte tem que ser", analisou.

Mesmo com o resultado negativo na partida, Yesli gostou da recepção e garantiu que em uma futura volta ao Brasil, a Kyocera Arena deverá estar em seu roteiro. "Com certeza se eu voltar ao Brasil, virei para cá novamente assistir a um jogo", finalizou.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Tá ruim mas tá bom

Pela repescagem (ou playoff) da Sul-Americana, no Paraguai, Cerro Porteño 1 x 1 Athletico. No segundo jogo de Martin Varini no comando técnico do Athletico,…