23 mar 2006 - 0h48

Bruno Lança garante que o grupo está unido

Um dos principais comentários dos setoristas que acompanharam o Atlético em sua passagem pelo Rio de Janeiro nos últimos dias era o nítido abatimento da equipe. Cabisbaixos, os jogadores externaram a tristeza pela desclassificação no Campeonato Paranaense. No jogo desta quarta-feira, diante do Volta Redonda, a equipe voltou a jogar mal e perdeu por 2 a 1.

Dentro de campo, Danilo e Jancarlos discutiram asperamente após o segundo gol. Sinal de que o grupo está desunido? Não para o volante Bruno Lança, que conversou com a imprensa após a partida. "O nosso grupo está bem. Tivemos uma desclassificação recentemente, mas hoje (quarta-feira) deu para mostrar uma vontade bem maior. É uma competição diferente e o novo treinador, o Givanildo, vai ter duas semanas para trabalhar. Pelo que a gente vem conversando, pelo que a gente está querendo, tenho certeza que vamos virar esse placar. O grupo está fechado, está unido e isso vai ser importante para a gente dar a volta por cima", comentou o volante.

Bruno voltou a jogar depois de várias partidas afastado do time titular. Ele comentou que o importante para o Atlético é contar com vários atletas em condições de jogar. "É bom saber que o Atlético tem uma equipe qualificada. Tem jogadores no banco que quando entram dão conta do recado", disse.

O jogador gostou do rendimento da equipe, mesmo com a derrota. "Eu parabenizo a todos os meus companheiros porque hoje, mesmo com um homem a menos, a gente correu para caramba, tentou o resultado", observou. "É difícil porque o time do Volta Redonda é bem rodado, é experiente, mas estamos trabalhando para levar o nome do Atlético onde ele merece", completou Bruno.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…