26 mar 2006 - 10h53

Manchetes atleticanas deste domingo

Nada melhor do que uma missa para abrir os festejos de 82 anos do Atlético. Vivendo um péssimo início de ano, o rubro-negro tenta pagar seus pecados e começar tudo de novo para não jogar fora a temporada. O Campeonato Paranaense já era, a Copa do Brasil está em perigo e as esperanças se depositam em Givanildo de Oliveira para consertar o estrago deixado na rápida passagem de Lothar Matthäus pela Baixada.

 

“O técnico é apenas uma peça na engrenagem do clube”. Segundo a justificativa dada pelo Atlético, não haveria problema em deixar o time nas mãos de treinadores interinos em determinados momentos – principalmente no início do ano, quando a preparação física é o que mais importa. Mas a prática vem desmentindo a teoria rubro-negra.

 

O torcedor do Atlético-PR terá um domingo diferente. Sem ter nenhum jogo para acompanhar, pois a equipe não se classificou para as semifinais do Campeonato Paranaense, restou para a torcida comemorar os 82 anos da agremiação longe dos gramados.

 

A torcida não tem muitos motivos para comemorar, já que o time anda mal das pernas na Copa do Brasil e foi eliminado precocemente do Campeonato Paranaense. De qualquer maneira, neste domingo, dia 26 de março, o Atlético-PR comemora 82 anos de existência. Mesmo não estando nas melhores fases de sua história, o Furacão não vai deixar a data passar em branco.

 


Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…