5 abr 2006 - 10h39

Vai ter festa na Baixada

Faz tempo que a torcida atleticana não vê o seu time jogar. Mais precisamente 18 dias. A última vez que o Furacão jogou na Kyocera Arena foi no dia 18 de março, na melancólica derrota para a ADAP pelas quartas-de-final do Campeonato Paranaense. De lá para cá, o time voltou a perder (2 a 1 para o Volta Redonda, fora de casa), mas muita coisa mudou. O alemão Lothar Matthäus deixou oficialmente o clube e o pernambucano Givanildo Oliveira foi contratado para substituí-lo. A comissão técnica perdeu ainda o preparador físico Riva de Carli, o auxiliar técnico Vinícius Eutrópio e o preparador de goleiros Almir Domingues.

Nas últimas duas semanas, os jogadores trabalharam intensamente preocupados unicamente com o jogo desta noite. A promessa é de que tudo seja diferente. No último encontro do Atlético com sua torcida, o time foi vaiado e os jogadores, xingados. Os mais exaltados pediram a "cabeça" de alguns atletas e clamaram por reforços. Mas o torcedor atleticano é mesmo um fanático e o amor pelo time fala mais alto. Para o jogo desta quarta, contra o Volta Redonda, está programada uma grande festa na Baixada. As facções Os Fanáticos e ETA se uniram e vão proporcionar um espetáculo para o restante da massa rubro-negra. A idéia é criar um ambiente contagiante para empurrar a equipe para a vitória.

Vindo de uma seqüência de três derrotas consecutivas, a equipe precisará mesmo do apoio de sua gente. O jogo é decisivo e eliminatório. Um vacilo e o Atlético dará adeus ao sonho da Copa do Brasil. Para avançar às oitavas-de-final, é necessário vencer o Volta Redonda pelo placar de 1 a 0 ou por uma diferença superior. Em caso de vitória por 2 a 1, a vaga será decidida nas cobranças de pênaltis. O adversário joga por um empate ou mesmo por uma derrota por um gol desde que tenha marcado pelo menos dois (3 a 2, 4 a 3 e assim por diante).

A escalação do Atlético e o modo de jogar são uma incógnita. Como os jornalistas não têm tido acesso aos treinos, é difícil saber como Givanildo preparou a equipe para o jogo desta noite. Sabe-se apenas que o goleiro Cléber será o titular e será mantido nesta condição nas próximas partidas, acabando com o revezamento que vinha sendo implantado. Além disso, é provável que Denis Marques volte à equipe, assim como Fabrício na meia-cancha, substituindo o suspenso Evandro.

A essa altura do campeonato, o torcedor não está tão preocupado com a forma de o time jogar. O importante é que dê resultados e a equipe apresente um bom futebol, obtendo o placar necessário para seguir adiante na competição.

Serviço
Preço dos ingressos (inteiras)
Setor Getúlio Vargas Superior: R$ 60
Setor Getúlio Vargas Inferior: R$ 40
Setores Curvas, Buenos Aires e Madre Maria: R$ 25
Visitantes: R$ 25

Postos de venda de ingressos
Bilheterias da Kyocera Arena (Rua Buenos Aires – Fone: 2105-5600)
Prajá Comes e Bebes (Rua Buenos Aires, 1260 – Fone: 3244-4717)
RD Pratas e Semijóias (Av. Manoel Ribas, 5913 – Fone: 3273-1904)
CT do Caju (Estrada do Ganchinho, 1451 – Fone: 2105-5500)

Copa do Brasil – (05/04/06) – Atlético x Volta Redonda
L: Kyocera Arena; H: 20h30; A: João Fernando da Silva (SC); T: Banda B (AM 550).

ATLÉTICO: Cléber; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Moreno; Erandir, Bruno Lança, Fabrício e Ferreira; Denis Marques e Rodrigão. T: Givanildo Oliveira.

VOLTA REDONDA: Adriano; Márcio Gabriel, Aílson, André e Hamilton; Léo, Cadu, Amaral e Sérgio Manoel; Túlio e Orlando (Ratinho). T: Dário Lourenço.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…