O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
7 abr 2006 - 14h02

O começo do erro

Na noite desta quarta-feira, 5 de abril de 2006, ouvi novamente outra partida do clube pelo qual torço e acompanho desde a minha infância. Não fui ao jogo devido a hora que saí do trabalho mas, acreditando numa simples vitória, acompanhei a transmissão pelo rádio. Novamente a mesma coisa que ouvi durante a transmissão do jogo com a ADAP acontecia. Alguns personagens do nosso lado eram diferentes, mas o filme era o mesmo que havia visto há 2 semanas. O time atacando, atacando, atacando e nada de gols. A palavra certa é “lamentável!”

Um amigo me perguntou, ligando-me do Rio de Janeiro “o que é que houve?”, após o jogo. Eu só pude dizer que foi lamentável. Este mesmo amigo esteve em Curitiba em janeiro me visitando e com um objetivo no passeio pela cidade: levar seu filho de seis anos para conhecer a Arena da Baixada. Ele botafoguense, mas com uma admiração profunda pelo atlético e o filho dele, um apaixonado pelo “Furacão” e pelo Dagoberto. Dias atrás ele tinha me prevenido: “o Volta Redonda é um time chato!”

“O Volta tem o Túlio e o Sérgio Manoel”. Eu, inocente e bobo falava: “mas é na Arena! Na Arena a bola entra no gol dos adversários no “sopro” da torcida. Vamos ganhar!”. Bobo eu, que esqueci, que a Arena funciona quando o time funciona. E não funcionou.

Onde meu time errou? Respondo a vocês: errou a diretoria quando não manteve o velho Evaristo de Macedo no comando da equipe. Ele queria ficar. Homem que, na sua idade avançada e com larga experiência, sabe muito mais que a maioria dos técnicos em exercício, como montar e armar uma equipe dentro de campo. Não sei o motivo real da saída do Evaristo. Sei o que está acontecendo agora. Está pagando, o Atlético, pelo erro da diretoria em não ter mantido Evaristo no cargo?

Trouxeram o alemão pra encher os olhos da mídia. Encheram os olhos da midia e o cara se mandou, abandonando um barco que estava indo bem, sem motivo real e satisfatório para isso. Azar dele. Nunca mais terá uma oportunidade destas na vida. Que fique por lá! Agora trouxeram o Givanildo. Beleza! Temos técnico de novo! Mas, agora? Com a corda no pescoço ele chegou como sendo a solução. Mas já chegou errando, provando que não conhece o elenco do Atlético. Ele poderia ter vindo no começo do ano. Seria diferente. Mas chegou e já abraçou uma fogueira. Não o culpo, pois ainda não teve tempo, por exemplo, pra saber que Alan Bahia jamais poderia ficar no banco. Tirar Denis Marques? Não! Deveria ter tirado o Rodrigão!

Meu amigo carioca, que mencionei acima, já me disse: “Rodrigão é tranqueira!” E pior que isso, estão querendo trazer o Obina em troca do Denis Marques! Meu amigo lá do Rio já falou: “nego é trouxa aí eihn!” Givanildo já falou bobagem dizendo que o Atlético fez tudo certo, só faltou um detalhe: o gol. Detalhe este que nos levaria até a próxima fase da competição. Só precisávamos de um. Mas o gol é só um detalhe. Fazer o que?

Ficamos nós, torcedores aqui, com caras de trouxa, tendo que agüentar os coxas e paranistas gozando da gente. Peço à diretoria que não faça mais destas. Não estamos aqui para ver experiências sendo realizadas em cima de uma estrutura fabulosa que foi montada e que, com atitudes simples, e sem invencionices, possam nos dar alegrias como as que temos tido nos últimos anos.

Parabéns Mario Celso por ter assumido o erro na contratação do alemão. Mas e agora? Espero que dê tudo certo com o Givanildo e que não atinja o ponto no qual chegamos no ano pasado, no qual amargamos uma zona do rebaixamento durante várias rodadas do campeonato.

Olhem bem! É o minimo que peço. A segundona é um prato que nenhum atleticano quer engolir. E, da maneira que está, ela está bem próxima! Continuarei torcendo, pois sou atleticano de coração!



Últimas Notícias

Brasileiro

Libertadores, estamos chegando!

Na Arena da Baixada, o Athletico enfrentou o Botafogo pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Dependendo somente das suas forças para garantir presença…