7 abr 2006 - 11h42

Reformulação à vista

O Atlético deverá promover uma reformulação em seu elenco de jogadores nos próximos dias. As surpreendentes eliminações precoces no Campeonato Paranaense e na Copa do Brasil escancaram as deficiências técnicas do time e a necessidade de reforços para o Campeonato Brasileiro. Assim que chegou ao clube, o técnico Givanildo Oliveira declarou que faria uma análise do grupo para só então pensar em reforços. Logo após o término do jogo contra o Volta Redonda, sua estréia no comando da equipe, Givanildo já tratou do tema, revelando que conversaria com a diretoria para pedir alguns jogadores.

"Já tenho meu pensamento sobre o que fazer. A gente vai conversar com a direção do Atlético e ver o que precisa", informou o técnico. Durante a última semana, ele já havia dado pistas sobre as posições carentes do elenco. Mencionou a pouca quantidade de laterais, zagueiros e volantes. Por isso, é provável que seja priorizado o setor defensivo no processo de reforço do plantel.

Os próprios jogadores atleticanos sabem que o grupo precisa ser fortalecido para o Campeonato Brasileiro. "Se o time fosse suficientemente bom, não teria saído de duas competições. Não estou falando que é ruim. Mas lógico que reforços vão ajudar", disse o atacante Rodrigão, um dos seis jogadores contratados pelo Atlético para esta temporada.

Nomes especulados

Givanildo adiantou que não falaria em quantidade de jogadores com a diretoria, mas indicaria alguns nomes e aguardaria a decisão final dos dirigentes em função das possibilidades do clube. Nos últimos dias, a imprensa tem especulado vários nomes. O zagueiro Glauco e o atacante Marcos Aurélio, do Bragantino, parecem ser os que estão mais próximos de um acerto com o Furacão. De acordo com o assessor Antonio Carletto Sobrinho, o Rubro-Negro tem prioridade para contratar os dois jogadores.

Além deles, foram citados nos veículos de comunicação os nomes dos seguintes atletas: Wesley (meia, Atlético Goianiense), Leandro (atacante, Iraty) e Fábio Luís (atacante, Aparecidense). Os dois últimos foram artilheiros do Campeonato Paranaense e do Campeonato Goiano, respectivamente. Sobre Leandro, Carletto confessou que se trata de uma negociação complicada. "É um jogador interessante, mas existem outros clubes interessados. Ele pertence ao Iraty e o Atlético não tem preferência neste caso", revelou o dirigente.

Já o meia-atacante Wesley foi um dos destaques do Atlético Goianiense no Estadual deste ano, mas pertence ao Gama. O jogador foi oferecido ao Atlético, mas o clube ainda não o avaliou. "Temos um bom relacionamento com o pessoal do Gama e do Atlético Goianiense e eles nos ofereceram esse jogador. Mas eu confesso que ainda não tive tempo de observá-lo com mais calma. Tenho de olhar melhor esse jogador antes de poder dizer alguma coisa", disse Carletto.

Após o jogo contra o Volta Redonda, circulou nas rodas de conversas atleticanas a informação de que o clube estaria contratando um volante que atua no futebol italiano. A noticia foi publicada nas edições desta sexta-feira da Gazeta do Povo e da Tribuna do Paraná. De acordo com o que a Furacao.com apurou, o atleta seria Rodrigo Taddei, ex-Palmeiras e Siena e que atualmente está na Roma. Apesar de estar em boa situação profissional, Taddei estaria querendo voltar a morar no Brasil.

Possíveis liberações

Além de contratar reforços, é muito provável que o Atlético libere alguns atletas que atualmente compõem o elenco principal. Isso porque algumas posições contam com muitos jogadores, que sequer vêm tendo oportunidades para jogar. Dentre os nomes especulados para deixar o clube estão os do atacante Selmir e os dos volantes Cristian e Erandir, este último titular da equipe. Selmir teria recebido uma oferta de um clube sul-coreano e pode ser novamente emprestado. Já Cristian interessa ao seu ex-time, o Paulista, que deseja seu empréstimo para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Erandir chegou a ser cotado para ser emprestado, mas a opinião de Givanildo Oliveira pode garanti-lo no elenco. Alguns atacantes também devem ser liberados, pois hoje o Atlético conta com dez atletas especialistas na posição: Caetano, Cléo, Dagoberto, Denis Marques, Herrera, Pedro Oldoni, Ricardinho, Rodrigão, Selmir e Willian.

Jogadores contratados pelo Atlético em 2006: Herrera (atacante, Al Ittihad), Carlos Alberto (lateral-direita, Itabuna), Válber (meia, Moto Club), Rodrigão (atacante, Santo André), Willian (atacante, Guarani) e Erandir (volante, Fortaleza)

Jogadores que retornaram de empréstimo a outros clubes em 2006: Bruno Lança (volante, Reggina), Simão (meia, Brasiliense), Cléo (atacante, Figueirense), Ricardinho (atacante, Marília), Michel Bastos (lateral-esquerda, Figueirense) e Cléber (goleiro, Santa Cruz)

Jogadores que deixaram o Atlético ao final de 2005/início de 2006: Juninho (zagueiro, Ceará), Rodriguinho (meia, Sport), David (meia, Marília), Ney Santos (lateral-direita, Sport), Adriano (meia, Internacional), Schumacher (atacante, Ascoli), Anderson Aquino (atacante, Sport), Marcão (lateral-esquerda, Kawasaki Frontale), Lê (atacante, Marília), Netinho (meia, Náutico), Juliano (meia, Nacional-POR), Thiago Almeida (meia, Bragantino), Andrey (goleiro, Figueirense), Marcus Winícius (volante, Bragantino), Diego (goleiro, Fluminense), Finazzi (atacante, Fortaleza), Marín (lateral-esquerda, Nacional de Medellín), André Conceição (volante, Guarani), Adriano (zagueiro), Douglas (volante, Paulista), Beto (lateral-esquerda, Paulista), Ticão (volante, Sport), Durval (zagueiro, Sport), Aloísio (atacante, São Paulo) e Lima (atacante, São Paulo)



Últimas Notícias

Paranaense

Atletiba acaba empatado

Coritiba e Athletico ficaram no empate de 1 X1 no Couto Pereira no final da tarde, quase noite pelo Paranaense 2024. Mastriani abriu o placar…