10 abr 2006 - 19h20

Presidente Petraglia escreve ao torcedor atleticano

O Presidente do Conselho Deliberativo do Atlético Paranaense, Mário Celso Petraglia, escreveu ao torcedor através do site oficial do clube. Petraglia rebateu as acusações de vendas de jogadores, falou sobre a construção da Kyocera Arena, das novas regras para a imprensa no CT do Caju e de outros assuntos de interesse na nação rubro-negra.

Sobre Lothar Matthäus, o presidente garantiu que nunca, nesses 82 anos de vida do clube, o nome do rubro-negro foi tão bem divulgado. "Matthaüs trouxe novas metodologias de trabalho para cá e que vinham dando certo, os resultados não deixavam dúvidas."

Confira na íntegra a declaração de Petraglia.

Carta à nação atleticana

Não posso ficar calado. Não posso me omitir em uma hora como essa, em que o nome do Atlético vem sendo usado de maneira vulgar. É preciso esclarecer certas coisas à grande nação atleticana, que não merece que pessoas de interesses obscuros aproveitem-se da sua frustração de momento para criar o caos dentro de nossas fileiras.

Iniciamos o ano de maneira alvissareira. Após uma grande temporada em 2005, trouxemos um astro do futebol mundial para ser o técnico do Atlético, o alemão Lothar Matthaüs. Nunca na história, o nome do Clube Atlético Paranaense foi tão divulgado no Brasil e no exterior. Foi uma idéia muito elogiada. Matthaüs trouxe novas metodologias de trabalho para cá e que vinham dando certo, os resultados não deixavam dúvidas. Infelizmente, por razões além de nosso controle, fomos abandonados em um momento decisivo, o que causou uma crise técnica grave. Além disso, perdemos jogadores importantes, devido à permissividade dos árbitros paranaenses com a violência. A situação ainda é instável, mas tenha certeza, atleticano, que a diretoria do clube está atenta, consciente das necessidades e trabalhando para resolver a situação.

Futebol depende de resultados e nem sempre eles vêm. E mais uma vez, a sombra da maldade tenta escurecer a visão de muitos atleticanos. Aproveitadores de ocasião, que ficam calados na maior parte do tempo, saem de suas tocas em sanha destrutiva, apoiados em histórias imaginativas e sem o embasamento de provas, assim que sentem cheiro de carniça. Mas nós temos o que provar. A transparência em assuntos financeiros aparece publicada anualmente em demonstrações contábeis auditadas interna e externamente, demonstrando de forma cristalina as origens e as aplicações dos recursos do clube, incluindo venda e compra de atletas. As matérias caluniosas não merecem credibilidade tampouco resposta pública. Mas medidas judiciais já estão sendo tomadas a respeito.

Outro ponto que merece ser ressaltado são as normas que visam disciplinar a atuação da mídia, tanto no CT como na Arena. De maneira alguma é retaliação ou cerceamento, mas sim a forma que o clube entende ser correta de administrar a relação com a imprensa. Nós oferecemos totais condições de trabalho, mas dentro de limites que o Atlético tem o direito de estabelecer e que são praxe em vários clubes do mundo e também em outras modalidades esportivas e de entretenimento. Antes, gente da imprensa entrava até nos vestiários para entrevistas. Tais práticas não condizem com o grau de profissionalismo que o Atlético atingiu nos últimos anos.

Os grandes projetos continuam, tanto na ampliação do CT do Caju, quanto na ampliação da Arena. Em janeiro de 2007, começará a elevar-se do solo o maior sonho de todos nós: a conclusão de nossa amada Baixada, que incluirá no projeto, além da ampliação do estádio, um moderno parque esportivo. A Arena será um palco ainda melhor para as vitórias e conquistas que os atleticanos se acostumaram a festejar. O projeto de transformar o Atlético em um dos melhores clubes do mundo está em andamento, mas é preciso a compreensão de todos para os eventuais percalços durante o trajeto. O Atlético conta com a sua ajuda e o seu incentivo.

Participe adquirindo pacotes, a forma mais eficaz de ajudar o clube que você ama e ainda ter direito a vários benefícios e facilidades. Não acredite em lorotas, patranhas e conspirações daqueles que sempre se escondem na multidão e aproveitam as fases difíceis para disseminar o ódio em mensagens covardes sem assinatura. Nós que dirigimos o Atlético colocamos o nosso nome à prova, sempre assinando embaixo de nossos atos, com a coragem que sempre pautou nossa administração.

Acreditando em um futuro brilhante, que honre as tradições do passado, seguimos em frente. Sempre com o Atlético, o nosso ideal maior, no coração.

MARIO CELSO PETRAGLIA
Presidente do Conselho Deliberativo do Clube Atlético Paranaense



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…