16 abr 2006 - 21h54

Em seu segundo jogo, Givanildo já foi vaiado

A torcida do Atlético já começou a pegar no pé do técnico Givanildo Oliveira. Logo após o treinador promover a entrada de Válber no lugar de Ferreira, os gritos de "burro" ecoaram na Kyocera Arena.

"É uma coisa natural, mas eu queria que eles refletissem. Se fossem quatro ou cinco, tudo bem. Mas foram muitos. Mas esses muitos não podem julgar o Ferreira pelo que ele fez até agora. Eu julgo no jogo. Eu olho quem está melhor, até porque neste jogo se eu tivesse seis ou sete trocas, eu faria porque o time não estava bem. Quando o time não está bem, você fica procurando quem está pior para poder mudar", afirmou Givanildo em entrevista coletiva.

Quase um mês no comando atleticano, Givanildo não conseguiu montar um padrão de jogo definido. Nas duas partidas que dirigiu o time, foi eliminado pelo Volta Redonda (empate de 0 a 0) e estreou mal no Brasileirão (2 a 1 para o Fluminense).



Últimas Notícias

Brasileiro

Libertadores, estamos chegando!

Na Arena da Baixada, o Athletico enfrentou o Botafogo pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Dependendo somente das suas forças para garantir presença…