18 abr 2006 - 16h09

Após um ano, Kyocera faz balanço da parceria

Há pouco mais de um ano, o Clube Atlético Paranaense e a Kyocera Mita anunciaram um acordo inédito no futebol brasileiro. Através de um contrato de três anos, a multinacional adquiriu o direito de exibir sua marca na Arena da Baixada e nos uniformes de todas as categorias do Furacão. A parceria, denominada "naming right", rendeu bons frutos a ambas as partes. Com o aporte financeiro, o Atlético ampliou o CT do Caju e projetou as obras de conclusão do estádio. Neste período, foi vice-campeão da Libertadores da América, campeão paranaense e sexto colocado no Campeonato Brasileiro.

A Kyocera, por seu lado, teve sua marca difundida no Brasil e na América Latina, mercado em que era pouco conhecida, e tornou-se imediatamente associada ao melhor estádio do país. No dia 17 de março, a parceria completou seu primeiro ano. Faltam ainda dois anos para o término do acordo, que prevê a possibilidade de renovação.

Para avaliar o resultado da parceria, o site Máquina do Esporte, especializado em marketing esportivo, entrevistou o executivo Tsutomu Toyofuku, vice-presidente da divisão da América Latina da Kyocera Mita América. Tom Toyofuku, como é conhecido, esteve em Curitiba por ocasião do lançamento da parceria, em março de 2005, e ficou encantado com a Arena. Na entrevista exclusiva ao Máquina do Esporte, ele explica que o Atlético foi escolhido por contar com uma gestão profissional e que a Kyocera adquiriu uma condição privilegiada dentro do mercado de patrocínio esportivo.

Leia a entrevista na íntegra, extraída do site Máquina do Esporte:

Máquina do Esporte: Por que a empresa decidiu usar a estratégia do "naming rights" para iniciar o patrocínio esportivo no Brasil?
Tsutomu Toyofuku: Esse patrocínio é único para a marca Kyocera no Brasil, na América latina e globalmente. Isso incluiu o exclusivo direito de naming rights para o estádio do clube. E esse patrocínio também permitiu à Kyocera a oportunidade de se relacionar com o Atlético numa série de ações de marketing, que incluiu também a aplicação do logotipo da Kyocera em todas as camisas do Atlético.

A possibilidade de o Brasil abrigar a Copa do Mundo de 2014 influenciou na decisão?
Não. A Kyocera é a única empresa que teve a oportunidade de elevar a um alto nível o seu patrocínio esportivo com o naming rights da Kyocera Arena. Isso é motivo de uma grande honra para todo o grupo de empresas da Kyocera que tem negócios no Brasil e por toda a América Latina.

Quanto a Kyocera Mita investe por ano no patrocínio ao Atlético Paranaense?
Apesar de não podermos dar informações sobre nosso orçamento, nossos investimentos na América Latina, especialmente no Brasil, tem crescido a cada ano. E o Atlético certamente representa uma parte importante desse investimento.

Qual foi o impacto nas vendas dos produtos da Kyocera Mita após o início do patrocínio ao Atlético?
Acreditamos que o patrocínio tem sido mutuamente benéfico para as duas partes.

A empresa pretende expandir os negócios em marketing esportivo no país?
A América Latina, começando pelo Brasil, apresenta uma grande oportunidade de negócios para o mercado de copiadoras e impressoras do grupo Kyocera. Nosso patrocínio ao Atlético beneficia também nossas empresas irmãs, a Kyocera Wireless e a Kyocera Solar, e certamente a marca Kyocera globalmente. O futebol é o esporte mais popular do Brasil, com uma grande legião de fãs que atrai homens e mulheres de todas as classes socioeconômicas e profissionais. O Brasil não é apenas uma parte extremamente importante do mercado da América Latina, mas também tem um grande reconhecimento das marcas Kyocera mencionadas anteriormente. Com a recente abertura de nosso escritório em São Paulo para o setor de copiadoras e impressoras, esse patrocínio ao Atlético vai permitir a nós e nossos distribuidores uma grande visibilidade para o reconhecimento da marca nesse mercado. O patrocínio faz parte da nossa estratégia de reconhecimento no mercado de copiadoras e impressoras na América Latina, começando pelo Brasil. É, ainda, uma oportunidade para mostrar a nossos parceiros o comprometimento com o crescimento e desenvolvimento de nossas operações dentro desse mercado no Brasil e também de elevar a marca Kyocera e todos os outros produtos para serem vendidos por nossas outras empresas.

Além do patrocínio ao Atlético e à Arena, como a Kyocera potencializa sua ligação com o esporte? São realizadas ações de ativação do patrocínio?
A Kyocera Mita Corporation patrocina times de futebol na Inglaterra, Japão e Alemanha. Como parte da estratégia do grupo de reconhecimento de sua marca e apoio para o crescimento do futuro, a Kyocera Mita se orgulha de associar sua marca com alguns dos clubes mais respeitados do mundo.

Qual a participação da Kyocera no mercado de eletroeletrônicos do Brasil? Com o patrocínio ao esporte, em que posição se pretende chegar?
Atualmente, o mercado latino-americano, incluindo o México, representa aproximadamente um total de 10% das vendas da Kyocera. Nosso objetivo atualmente é assegurar a participação de 10% no número de unidades vendidas de copiadoras e impressoras no mercado brasileiro.

A Kyocera fez alguma pesquisa para medir o retorno do uso do nome Kyocera para designar o estádio do Atlético? O público aceitou a mudança?
Não, não fizemos nenhuma pesquisa de mercado sobre o nome do estádio.

Foi feita alguma campanha com os veículos de imprensa para citar o nome da Kyocera quando se falar do estádio?
Nossa assessoria de imprensa buscou entrar em contato com vários veículos para garantir que o nome Kyocera Arena fosse usado quando se falasse do estádio.

Por que a escolha de um clube do Paraná, que tem uma economia menos poderosa que a de outros estados do Brasil, como Rio de Janeiro e São Paulo?
A Kyocera analisou uma série de clubes no Brasil e conversou com alguns antes de se decidir pelo Atlético Paranaense. Quando nos reunimos com o Atlético, nossa primeira impressão foi de que a administração do clube era bastante sólida. Como o time tem se mantido no topo do ranking nos últimos cinco anos, isso é uma maneira de atrair qualquer patrocinador. O Atlético é também um dos maiores e mais antigos clubes do Brasil e que trabalhou duro para ser um dos mais respeitados clubes do país. Além disso, é um time que tem uma grande base de torcedores.

O mercado de patrocínio esportivo no mundo é hoje bastante ocupado por empresas de tecnologia. No Brasil, a tendência se verifica com a presença de gigantes do setor patrocinando clubes de grande expressão como Santos, São Paulo e Corinthians. A Kyocera tem interesse em se associar a um grande clube do país, que tenha uma história de conquistas maior que a do Atlético?
A Kyocera será a patrocinadora principal do Atlético e do estádio pelos próximos dois anos. Depois disso ainda não existe nenhum plano para o futuro.



Últimas Notícias