20 abr 2006 - 15h43

Atlético e Fortaleza recusam proposta da Nestlé

Dos vinte clubes integrantes da Série A do Campeonato Brasileiro 2006, apenas dois recusaram a proposta de patrocínio da Nestlé, multinacional do ramo alimentício. Atlético e Fortaleza não aceitaram negociar os ingressos de alguns de seus jogos e não participarão da promoção "Torcer faz bem", que ocorrerá pelo segundo ano consecutivo.

Assim como no ano passado, a Nestlé propôs aos clubes adquirir cotas de ingressos em determinados jogos e oferecê-los aos torcedores mediante troca por alguns de seus produtos. A ação comercial da empresa tem também um caráter social: todos os produtos arrecadados serão doados à entidade assistencial Sociedade de São Vicente de Paulo. No ano passado, a SSVP recebeu 300 toneladas de alimentos.

O Atlético argumentou que recusou a proposta para não prejudicar os torcedores que adquiriram os pacotes de ingressos para a temporada 2006. Já o Fortaleza alegou que costuma ter excelente público em seus jogos e que a proposta não é vantajosa financeiramente. O presidente do Clube dos 13, Fábio Koff, explicou as razões pela quais o Atlético decidiu não participar da promoção. "O Atlético tem um método de venda antecipada de ingressos, um sistema de sócios proprietários das cadeiras e, por isso, não seria economicamente vantajoso para ele", comentou o cartola.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…