5 maio 2006 - 19h19

Liberado pela Fifa, Herrera pode estrear no Furacão

O atacante colombiano Sergio Herrera foi liberado pela Fifa e já pode estrear com a camisa rubro-negra. A inscrição do jogador está comprovada no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol com data de hoje, 05 de maio de 2006. Assim, ele já tem condições de atuar inclusive na partida deste domingo, contra o Internacional, na Kyocera Arena.

Herrera foi contratado pelo Atlético no início de março, mas estava em litígio com o Al Ittihad, da Arábia Saudita, seu ex-clube. Por isso, não podia ser registrado na CBF, permanecendo sem condições de jogo. O litígio do jogador com o clube árabe começou em janeiro, quando seu advogado ajuizou perante a Câmara de Resolução de Disputas da FIFA reclamação contra o Al Itihad, sob a alegação de inadimplência contratual por parte do clube da Arábia.

Devido a demora na inscrição do jogador, alguns setores da imprensa esportiva chegaram a noticiar que Herrera só poderia jogar pelo Atlético em agosto, quando uma nova janela na transferência internacional de atletas era aberta para a disputa do Campeonato Brasileiro. “O Clube Atlético Paranaense não se pronunciou anteriormente sobre o caso, porque a diretoria do clube esteve trabalhando intensamente para resolver a situação do atleta Sergio Herrera. Desta forma, o atacante está liberado para atuar pelo Atlético, inclusive na próxima partida contra o Internacional”, explicou o Atlético nesta sexta-feira, através de sua assessoria de imprensa.

Liberado para jogar

Apesar do litígio entre Herrera e Al-Itihad, o jogador firmou contrato de trabalho com o Atlético em março deste ano. Assim, o clube remeteu o contrato à CBF para que a entidade fizesse a solicitação da emissão do Certificado de Transferência Internacional – documento que somente a Federação da Arábia Saudita poderia expedir, por se tratar da confederação em que o atleta estava vinculado até então, tendo para tanto um prazo de 30 dias.

Paralelamente, o Atlético fez também o registro de Herrera junto à CBF, aguardando apenas o Certificado de Transferência. Passados os 30 dias (e sem a emissão do documento pela Federação da Arábia Saudita), tanto Herrera quanto o Atlético comunicaram o fato à Fifa, que avaliou o caso e concedeu a liberação provisória do jogador para ser inscrito pelo Atlético, independentemente de autorização da Federação.

De acordo com o Departamento Jurídico do Atlético, com a liberação provisória pela FIFA, o jogador pode de imediato participar de partidas pelo Furacão independentemente de qualquer outra providência, já que seu contrato de trabalho com o clube se encontra registrado na CBF desde o início do mês de março, dentro do período de inscrição para o Campeonato Brasileiro – pela Resolução da Presidência número 02/2005, a transferência de atletas vindos de fora do Brasil só pode ser feita de 2 de janeiro a 25 de março e de 3 a 31 de agosto.

Portanto, Herrera já está à disposição do técnico Givanildo Oliveira, podendo ser a surpresa do Atlético na partida deste domingo, contra o Internacional.



Últimas Notícias