7 maio 2006 - 20h41

Reverenciado pela torcida, Herrera fez sua estréia

Vinte e oito minutos do 2º tempo. Atendendo aos apelos dos torcedores atleticanos, o técnico Givanildo Oliveira chamou o atacante Herrera, que estava se aquecendo junto com os demais jogadores reservas do Furacão, e promoveu a estréia do colombiano com a camisa do Atlético. Ao entrar em campo, no lugar de Pedro Oldoni, Herrera foi bastante aplaudido pelos torcedores, que gritavam o seu nome.

Em campo, o jogador não pôde mostrar ainda todo o seu futebol, sentindo principalmente a falta de ritmo de jogo. Contratado pelo Atlético no início de março, Herrera só foi regularizado junto à CBF na última sexta-feira. Antes disso, o jogador estava treinando no CT, mas não podia participar das partidas.

Ciente de que ainda tem muito mais a mostrar para o torcedor, Herrera acredita que com o tempo o entrosamento melhora e, conseqüentemente, seu futebol aparecerá ainda mais. "A maior dificuldade que tive foi a falta de ritmo de jogo. Espero que nas próximas partidas eu possa fazer grandes coisas pelo Atlético", disse o jogador.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…