11 maio 2006 - 16h52

Atlético começa a preparar conclusão do estádio

O sonho do torcedor atleticano de ver a Arena da Baixada concluída pode estar mais perto do que se imagina. A diretoria do Atlético transportou nesta quinta-feira todo o material de construção (cimento, ferros) da finalização do Estádio Joaquim Américo para o terreno vizinho ao do clube.

A idéia inicial era que o estádio, que teve o nome alterado para Kyocera Arena num contrato inédito no Brasil, mas comum na Europa e EUA, fosse ampliado para menos de 40 mil lugares em função das cadeiras, mas o projeto seria revisto. O transporte do material de construção para o terreno vizinho ao Estádio é o indício de que as obras podem começar o mais cedo possível.

Inaugurada em 1999, a Arena da Baixada é considerada o estádio mais moderno da América Latina. Porém, com capacidade para 32 mil torcedores (posteriormente reduzida, em função da colocação de cadeiras em todos os setores do Estádio), a obra não está completa. Havia uma pendência com o proprietário de parte do terreno vizinho, no qual estava sediado um colégio.

Na ocasião da final da Copa Libertadores de 2005, o clube chegou à um acordo com a outra parte, e botou abaixo o muro para levantar arquibancadas metálicas, visando suprir o regulamento, que exigia capacidade mínima para 40 mil torcedores. A Conmebol embargou a obra e o Atlético teve que jogar no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.



Últimas Notícias