13 maio 2006 - 11h58

Manchetes atleticanas deste sábado

Três zagueiros, dois volantes e muita marcação. Essa é a aposta do ameaçado técnico Givanildo Oliveira para a partida de amanhã contra o Santa Cruz, no Recife. Ele tenta montar um time mais equilibrado e minimizar os efeitos da irregularidade que vem atrapalhando o Atlético.

 

Se depender dos jogadores do Atlético, não será a pressão que irá influenciar o resultado de amanhã contra o Santa Cruz. Na briga para fugir do pelotão de baixo da tabela contra os pernambucanos, tanto Cléber quanto Alan Bahia dizem que isso é normal em momentos ruins e que o Rubro-Negro tem tudo para conseguir a reabilitação no Campeonato Brasileiro. No entanto, mais um resultado ruim deverá colocar o time na zona do rebaixamento.

 

O Atlético entra em campo neste domingo correndo risco de entrar na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Se não vencer o Santa Cruz, às 16 horas em Recife, tem boas chances de cair uma posição na tabela e ficar entre os quatro últimos. Caso não consiga um bom resultado, é provável que o técnico Givanildo Oliveira seja demitido. Para o lugar dele, os nomes mais cotados são de Paulo Bonamigo e Émerson Leão, ambos desempregados.

 

A ordem do técnico Givanildo de Oliveira para a equipe do Atlético Paranaense, que enfrenta neste domingo o Santa Cruz, é errar menos. "Vamos evitar que eles joguem, mas queremos fazer uma boa partida. Errando menos passes e criando mais situações", afirmou.

 

Dagoberto fez elogios o grupo e pediu paciência à torcida. “Acho que temos jogadores de muita qualidade. O que precisamos é de tempo para entrosar. A torcida tem que ter um pouco de paciência”, disse.

 


Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…