14 maio 2006 - 18h01

Mata a cobra e mostra o pau!

Valeu pelo popular: o que importa são os três pontos. Mesmo com uma atuação fraca em alguns momentos da partida, o Atletico conseguiu superar o Santa Cruz, time que tem como mascote uma cobra, pelo placar de dois a um e alcançou os seis pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O resultado também valeu a permanência de Givanildo Oliveira, até então com a cabeça a prêmio devido as últimas apresentações. Agora o Rubro-negro espera o Goiás, no próximo sábado, na Kyocera Arena, para começar a brigar pelas primeira posições.

O Atlético começou bem no primeiro tempo. Logo aos oito minutos o Furacão abriu o placar. Jancarlos fez boa jogada na linha de fundo e cruzou para Pedro Oldoni. O artilheiro do Campeonato Brasileiro, sozinho na pequena área, fez de cabeça. Por diversas vezes o Rubro-Negro teve a oportunidade de ampliar o placar. Mas Moreno, Erandir, Dagoberto e Jancarlos não estavam com a pontaria calibrada.

O Santa Cruz só equilibrou a partida depois dos trinta minutos. Sem nenhum motivo o Atlético recuou e deu espaços para Carlinhos Bala armar os contra-ataques. Já no fim do primeiro tempo, aos 41 minutos, Xavier driblou Ferreira, que permaneceu deitado próximo a linha de fundo, e tocou para Carlinhos Bala. Como Ferreira, caído, deu condições de jogo, o time pernambucano empatou o placar.

No segundo tempo a situação inverteu. O Santa Cruz dominou a partida até os trinta minutos e só não virou o placar porque o goleiro Cléber estava inspirado. Tiano e Carlinhos Bala perderam duas ótimas oportunidades de fazer o segundo. O número um atleticano conseguiu interromper a jogada no último lance.

Depois que Pedro Oldoni e João Leonardo saíram para as entradas de Herrera e Evandro, respectivamente, o Atlético melhorou: passou a ter mais posse de bola e chegar com mais perigo ao gol de Gilmar. Só que a vitória atleticana saiu numa infelicidade do goleiro pernambucano. Depois que Dagoberto bateu uma falta com perigo para dentro da área, Gilmar espalmou mal e a bola foi parar na cabeça de Evandro. O atleticano só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes e anotar a segunda vitória atleticana no Brasileirão.

Melhores momentos da partida

Primeiro Tempo
8 min – Gol do Atlético. Jancarlos cruzou e Pedro Oldoni, livre na pequena área, marcou de cabeça
11 min – Cartão amarelo João Leonardo
12 min – Zada bateu a falta com perigo. Cléber tirou a bola da área
13 min – Moreno chutou de longe e por pouco não fez o segundo do Atlético
21 min – Contra-ataque parea o Atlético. Erandir tentou chutar da entrada da área mas a zaga rebateu
22 min – Dagoberto tentou duas vezes. Na primeira a zaga tirou e no rebote a bola foi por cima do gol
24 min – Jancarlos chutou de longe, a bola desviou na zaga e quase enganu o goleiro Gilmar
29 min – Dagoberto arrancou no contra ataque e na pequena área chutou. O goleiro mandou para escanteio
31 min – Alan Bahia cabeceou próximo da pequena área. A bola foi para fora
32 min – Cléber evitou o gol de empate do Santa Cruz. O goleiro espalmou uma bola perigosa para escanteio
35 min – Alex Oliveira tentou de longe. Cléber, de novo, fez boa defesa
41 min – Gol do Santa Cruz. Carlinhos Bala aproveitou a jogada de Xavier e na pequena área empatou o jogo
47 min – Fim do primeiro tempo

Segundo Tempo
3 min – Alex Oliveira mandou uma bomba de forada área. Cléber defendeu com os pés
8 min – O Santa Cruz por pouco não virou. Thiago passou com facilidade por Moreno só que chutou para fora
9 min – Fernando Miguel chutou errado e quase fez gol contra. A bola passeou em cima da linha e bateu na trave
23 min – Dagoberto tentou de fora da área. A bola, fraca, foi para fora
31 min – Tiano cobrou falta para o Santa Cruz. A bola passou raspando a trave direita de Cléber
37 min – Gol do Atlético. Dagoberto bateu falta da direita, o goleiro Gilmar espalmou mal e Evandro fez de cabeça
45 min – Cléber faz excelente intervenção depois da cobrança de falta de Tiano
49 min – Fim do jogo

%ficha=491%



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…