23 maio 2006 - 6h09

Manchetes atleticanas desta terça-feira

Petraglia pouco esclarece do futuro rubro-negro
Depois de um longo tempo afastado dos holofotes, o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mário Celso Petraglia, voltou a ser o centro das atenções. Ontem à noite, o dirigente participou do programa Turma do Bate-Papo Debate, na Rádio Clube. A expectativa girava em torno de um pronunciamento sobre a situação de Givanildo Oliveira no comando do Furacão. Realçada pelo fato do treinador não ter mais concedido entrevistas após a derrota para o Goiás, sábado.

 

Givanildo não dá as caras. Sobrou para os jogadores
De crítica, a situação do técnico Givanildo de Oliveira começa a ficar cômica dentro do Atlético. Depois de não comparecer na coletiva após o jogo de sábado na derrota de 3 a 2 para o Goiás, o treinador nãoparticipou ontem da janela com a imprensa já mandou avisar que também não fala hoje.

 

Oldoni sofre lesão e Givanildo foge
O técnico do Atlético, Givanildo Oliveira, comandou ontem o primeiro coletivo da semana. A baixa foi o atacante Pedro Oldoni, 20 anos, que sentiu dores no tornozelo e não treinou. O jogador é dúvida para a partida de amanhã, fora de casa, contra o São Caetano, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Ele é o artilheiro do Brasileirão, com seis gols em seis rodadas.

 

Dagoberto não joga e está perto de deixar o Atlético-PR
Dagoberto estaria próximo de um acerto com o São Paulo e poderia ir em troca do retorno do atacante Lima.

 


Últimas Notícias