30 maio 2006 - 8h52

Atlético deve anunciar novo diretor de futebol

O Atlético poderá anunciar em breve a contratação de um diretor de futebol. De acordo com informações do programa Transamérica Esportes dessa segunda-feira, o cargo seria ocupado por Marcos Moura Teixeira, que atualmente trabalhava como auxiliar-técnico no Real Madrid, da Espanha. O sobrenome Teixeira não é mera coincidência: ele é primo do presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira. A informação não foi confirmada oficialmente pelo clube.

Marcos Teixeira tem uma grande experiência nacional e internacional em seu currículo. Iniciou sua carreira como preparador físico em 1991, no Botafogo. Teve, ainda, passagens pela Seleção Brasileira Sub-20, Flamengo e Seleção Brasileira principal. Durante muito tempo, trabalhou com o técnico Wanderlei Luxembrugo em times como Cruzeiro, Corinthians e Santos, além da seleção brasileira e do próprio Real Madrid. Com Luxemburgo, sagrou-se bicampeão brasileiro em 2003 (pelo Cruzeiro) e 2004 (pelo Santos), atuando como coordenador técnico.

Em seu currículo, destaca-se os 11 anos dedicados à seleção brasileira, integrando quatro comissões técnicas – com Sebastião Lazaroni, Carlos Alberto Parreira, Zagallo e Wanderley Luxemburgo. Nesse período, desempenhou várias funções, como assistente de preparador físico, preparador físico, supervisor e coordenador-técnico, tendo, ainda, a experiência de ter participado de três Copas do Mundo (1990, 1994 e 1998), duas Olimpíadas (1996 e 2000) e vários torneios sul-americanos e mundiais.

Quando Luxemburgo foi contratado pelo milionário time espanhol Real Madrid levou consigo três brasileiros: o assistente-técnico Marcos Moura Teixeira, o preparador físico Antônio Carlos Mello e a nutricionista Patrícia Teixeira. Mesmo com a demissão do treinador, Teixeira continuou trabalhando no time Galático.

Diretor de Futebol

A contratação de um diretor de futebol foi confirmada pelo presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mario Celso Petraglia, na entrevista coletiva concedida no último sábado. De acordo com o presidente, há alguns meses o clube percebeu a necessidade de se contratar um profissional que seja responsável por intermediar as ações entre diretoria, comissão técnica e grupo de jogadores.

“Nós temos uma política que é a profissionalização total do clube, não acreditamos mais em diretores que se doem e fiquem depois do horário e deixem seus afazeres pessoais. A pessoa fica totalmente à disposição, longe de suas famílias. Estamos buscando um diretor habilitado, capacitado, que assuma esta função full time. Estamos há vários meses tentando alcançar esse objetivo. Pode ser que apareça”, disse Petraglia na entrevista, sem citar nomes de possíveis integrantes ao cargo.

Colaboração: Adit Miranda – Fórum Furacao.com



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…