31 maio 2006 - 21h52

Givanildo destaca poder de reação atleticano

Um empate em que o Atlético, enfim, convenceu. Foi mais ou menos assim que o técnico Givanildo Oliveira resumiu a partida desta noite no Mineirão, em que o Furacão empatou com o Cruzeiro por 1 a 1. De acordo com o treinador, o placar final não mostra o que foi a partida, em que o Atlético foi valente em campo e sempre buscou a vitória. “O jogo me dá uma alegria muito grande e um pouco de tristeza de não ter ganho”, disse. Para ele, a satisfação fica por conta do bom futebol apresentado pelo clube e pelo poder de reação mostrado pelos jogadores atleticanos em campo.

A postura mais defensiva do time do Atlético no primeiro tempo, explicou o treinador que concedeu entrevista ainda no gramado do Mineirão, foi devido à posse de bola dos cruzeirenses. Na etapa final, o Furacão partiu para frente em busca do empate, encurralando o time mineiro em seu campo. “No primeiro tempo eles tiveram mais posse de bola, mas foi muito equilibrado, sem aquela pressão. No segundo tempo a gente foi variando e ficamos em cima deles. Conseguimos um empate que fora de casa é bom”, afirmou Givanildo.



Últimas Notícias