17 jun 2006 - 21h23

Atlético perde primeiro Atletiba da semifinal

Em um clássico bastante truncado e com muitas faltas, o Coritiba venceu o Atlético por 2 a 1, na primeira partida das semifinais da Copa Tribuna de Futebol Júnior. Mesmo jogando quase todo o segundo tempo com um jogador a mais, o Furacão não soube tirar proveito da vantagem numérica. Com o resultado, o time de Leandro Niehues precisará de uma vitória por dois gols de diferença para avançar à final. Um triunfo por apenas um gol de diferença levará a decisão para as penalidades. A segunda partida da semifinal está marcada para a próxima quarta-feira, dia 21, às 15h30, no CT do Caju.

Jogo

Aos 14 minutos, os donos da casa tiveram a primeira chance, com o atacante Sharly, que bateu por cima. Melhor em campo, o alviverde abriu o placar aos 22, com o zagueiro Tiago Alencar. Depois de cruzamento pela esquerda o meia Pedro Ken cabeceou para trás e o defensor bateu forte para marcar o primeiro gol do jogo. O Atlético tentou reagir e aos 31 minutos o lateral atleticano Thiago Gasparino arriscou de fora da área, exigindo boa defesa do arqueiro Wanderson. O time alviverde quase ampliou aos 35 minutos. Após cobrança de falta, o zagueiro atleticano Lucas Piasentin tentou cortar e a acabou mandando a bola na trave. Na seqüência, o atacante Alisson mandou para fora.

Logo no início da segunda etapa, o Furacão teve boa chance para empatar. Aos quatro minutos, o atacante Fernando Mineiro cabeceou com perigo e Wanderson defendeu. O Coritiba respondeu aos seis, mas parou no goleiro Vagner, que mandou para escanteio. Aos nove minutos, o Rubro-Negro ficou com um homem a mais, já que o meia Jean recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Pouco depois, os donos da casa marcaram o segundo e deram um banho de água fria nos atleticanos. Alisson bateu forte, a bola desviou na zaga rubro-negra e enganou o goleiro atleticano.

Aos 22, o árbitro Vagner Vicentin foi responsável por uma grande confusão. O juiz deu o segundo cartão amarelo para o lateral Thiago Gasparino, que não havia sido advertido antes. Depois de vários minutos de paralisação, Vicentin consultou seus auxiliares e voltou atrás na decisão, aplicando somente o cartão amarelo para o atleta. Durante a parada, o técnico Leandro Niehues foi expulso de campo por reclamação.

O gol do Furacão veio aos 29 minutos, em cobrança de falta. O meio-campo Alan sofreu falta na entrada da área e, na cobrança, Kaio mandou para as redes. A partir daí, o Rubro-Negro pressionou bastante e quase empatou. Aos 40, o chute rasteiro do atacante Renato parou nas mãos de Wanderson. Na última oportunidade, Rhodolfo chutou por cima, após boa tabela entre o volante Roberto e o atacante Ricardinho.

O Rubro-negro atuou com o seguinte time: Vagner; Thiago Gasparino, Rhodolfo, Edimar, Lucas Piasentin e Chico; Vinícius (Ricardinho), Leandro Bravin (Roberto) e Kaio; Renato e Fernando Mineiro (Alan). Técnico: Leandro Niehues.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…