29 jun 2006 - 16h13

Confira a coletiva de apresentação de Paulo André

O zagueiro Paulo André foi apresentado como reforço do Le Mans na tarde desta quinta-feira. O jogador havia viajado para a França na semana passada e desde então estava em negociações até assinar um contrato com duração de quatro anos. A diretoria do time francês chegou a anunciar que as partes não haviam chegado a um acordo, mas depois acabou voltando atrás.

Na apresentação do jogador à imprensa, o presidente Henri Legarda agradeceu formalmente a Mario Celso Petraglia, revelando que sem a sua conduta a negociação não teria sido possível. Paulo André se disse feliz por ter acertado com uma equipe que disputa um campeonato tão importante quanto o francês e os dirigentes Daniel Jeandupeux e Alain Pascalou elogiaram o estilo de jogo do brasileiro.

Confira abaixo as declarações desses personagens, em uma tradução livre da língua francesa para o português efetuada pela equipe de reportagem da Furacao.com a partir de reportagem publicada no site oficial do Le Mans:

HENRI LEGARDA (presidente do Le Mans)
"Primeiramente, eu agradeço particularmente ao meu colega brasileiro. Sem ele, a operação não teria sido concluída. É um homem que eu admiro, hoje mais do que nunca. Ele fez de tudo para que o jogador viesse para o Le Mans. Ele soube lidar com os problemas que existiam colocando o punho sobre a mesa. Eu devo agradecer igualmente a Alain Pascalou e a Daniel Jeandupeux. Daniel teve enorme paciência para chegar ao fim dessas negociações, que foram muito difíceis. Nós desejávamos um grande jogador e hoje, nós o temos. Não é o primeiro nos últimos 14 meses. Sou um presidente satisfeito. Ainda nos restam alguns jogadores para contratar. Com Cerdan, Paulo André e Marko Basa, eu creio que temos uma zaga. Eu espero agora que nossa defesa marque os gols na próxima temporada (risos). Eu sei queo Paulo André os marca".

PAULO ANDRÉ
"O Campeonato Francês é um campeonato que eu conheço bem, que é bastante duro e exigente. É um grande campeonato na Europa. Eu farei de tudo para me adaptar o melhor possível. Estou bastante confiante. Para mim, é importante que o Tulio e o Grafite estejam aqui. Eles vão me ajudar a me adaptar rapidamente, a conhecer o clube, a cidade, o time. É um ponto importante. Eu não me sentirei muito sozinho. Eu conheço o Grafite, que é muito importante no Brasil. Eu já joguei contra ele. Eu me sinto satisfeito de estar aqui. Agradeço a todas as pessoas que trabalharam neste caso. Já passou do tempo de eu ir para o campo".

DANIEL JEANDUPEUX
"Há grandes qualidades técnicas no seu jogo. Ele joga com muita inteligência. No jogo que eu o vi jogar, ele não perdeu uma bola, esteve bem posicionado, fez passes curtos e longos. Nas bolas paradas, ele quase marcou duas vezes. Tudo isso está de acordo com o que Alain viu. Nas bolas paradas, ele é muito perigoso. Ele tem um jogo aéreo de grande qualidade".

ALAIN PASCALOU
"Paulo é alguém muito preciso no que faz. Ele lembra um pouco o Marko (Basa), ele não se afoba, e analisa muito bem as situações de jogo. É muito forte no jogo de um contra um. A segunda coisa que eu admirei no Paulo foi o seu carisma, a sua força. Sente-se uma presença. Ele demonstra uma certa confiança nele".

Obs: as declarações acima transcritas foram extraídas de matéria do site oficial do Le Mans, originalmente publicada na língua francesa. Defeitos e distorções da versão original se devem a eventual deficiência na tradução livre elaborada pela Furacao.com. Clique aqui para ler a matéria original em francês.



Últimas Notícias