7 jul 2006 - 19h57

Em carta à torcida, Paulo André agradece apoio

A passagem do zagueiro Paulo André foi rápida, mas não deixou de ser marcante. Antes mesmo de ele chegar ao CT do Caju, seu nome figurou na lista de inscritos da Libertadores e despertou o interesse dos torcedores. O acerto ainda demoraria alguns meses, mas assim que vestiu a camisa e passou a jogar, Paulo André arrancou elogios da imprensa especializada e da nação rubro-negra. Fora de campo, sempre se portou com dignidade e respeito à camisa rubro-negra.

Por isso, o anúncio de sua negociação com o Le Mans, há alguns dias, pegou muitos de surpresa. O próprio Paulo André não teve tempo de se despedir da torcida que tanto o apoiou e teve de viajar imediamente à França para se apresentar ao novo clube, que adquiriu 70% de seus direitos econômicos.

Diretamente da Europa, o jogador entrou em contato com a equipe de reportagem da Furacao.com por e-mail, apresentando uma carta endereçada aos torcedores rubro-negros. Abaixo, reproduzimos integralmente a mensagem de Paulo André:

Torcida Atleticana,

Com grande tristeza que escrevo esta carta! E peço desculpas por não ter escrito antes. As mudanças repentinas tomaram todo meu tempo e eu queria escrever algo que realmente traduzisse meu sentimento.

É difícil encontrar palavras que expressem tamanha gratidão e respeito que tenho pelo Clube Atlético Paranaense, clube que me projetou para o cenário futebolístico nacional e internacional, que me trouxe segurança e alegria, que sempre me apoiou.

Sinto-me um privilegiado por ter tido essa oportunidade.

Criei um vínculo muito forte e um enorme carinho com todos os funcionários do clube, a comissão técnica, a diretoria e a torcida que sempre esteve na Arena torcendo e vibrando, e agradeço a todos.

Sinto também uma grande tristeza em deixar o C.A.P., mas a oportunidade surgiu e eu não poderia desperdiçá-la. Fico tranqüilo e consciente de que realizei um bom trabalho no Clube e de que essa minha transferência só foi concretizada porque foi boa tanto para mim, quanto para o C.A.P., caso contrário eu jamais teria aceitado.

Espero, do fundo do meu coração, um dia poder defender novamente as cores do Furacão da Baixada e poder retribuir toda a alegria que esse Clube e essa torcida me proporcionaram.

Fica aqui um forte abraço carinhoso para todos os torcedores e para o Clube Atlético Paranaense, que sempre será lembrado pelos ótimos momentos lá vividos.

Paulo André



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…