O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
11 jul 2006 - 17h36

Assuntos relevantes que não querem se calar

No decorrer deste período pré-copa e pós-copa as notícias que se originaram do dia a dia do rubro-negro orbitaram em assuntos debatidos exaustivamente por e-mail’s encaminhados para este espaço democrático, como: contratações de técnicos galácticos, jogadores desconhecidos para compor o elenco 2006, renovações de contratados e em especial do jogador Dagoberto, contratações de jogadores veteranos, condições do time de crescer neste campeonato nacional, conclusão da Arena e outros menos relevantes.

Mas de todos eles o que mais nos chama a atenção e está arrastando-se por meses, é o “caso Dagoberto” como exposto pela mídia local. Uns o acusam de não ser grato para com o clube que o colocou na mídia, outros acham que ele está tendo uma orientação pouco ética para com o clube que o deixa perdido em suas convicções. E particularmente acho que ele é o resultado de todas essas afirmações. Nem tão santo e nem tão malévolo.

Não é possível que depois de tanto investimento, o retorno que ele dá para essa torcida que sempre o apoiou, seja uma facada nas costas. E devido a sua atitude equivocada, dando somente privilégios para o seu interesse e não olhando o que a outra parte ofereceu para ele no sentido de mantê-lo no clube. É prudente que ele saia do clube, mas não antes de ressarcir o mesmo com os gastos de sua recuperação.

Sempre critiquei certas atitudes do comando rubro-negro por não concordar plenamente com a ação tomada, mas agora é o momento de elogiar a condução do “caso Dagoberto” pelo Departamento Jurídico do Atlético Paranaense. Não sou advogado por formação, mas como dizem “de médico, advogado e louco todo mundo tem um pouco”, acredito que essa foi a solução mais sensata para chegar ao ponto de acerto da questão. Solução esta que está nas mãos da justiça. Infelizmente da forma que ninguém gostaria que acabasse a passagem do Dagoberto pelo Atlético, deixando uma imagem de jogador ambicioso e de pouco valor pelas cores do Clube, como disse antes, para quem o valorizou e o lançou nacionalmente.

E é por isso que hoje venho a público agradecer ao Departamento Jurídico do Atlético e de seus comandantes. Muito obrigado por lutar pelos interesses do nosso clube, mesmo que isso seja uma luta sem volta para o clube em relação ao seu funcionário.



Últimas Notícias