14 jul 2006 - 18h34

Atlético e Coritiba empatam no primeiro jogo da final

O Atlético empatou com o Coritiba por 0 a 0 no primeiro jogo da final do Campeonato Metropolitano Infantil 2006. O jogo foi realizado no CT do Coritiba, no Bairro do Atuba. A partida de volta será na próxima quarta-feira às 10h no CT do Caju. Caso haja novo empate, a decisão irá para a disputa de pênaltis.

O Furacão foi superior ao Coritiba durante todo o jogo, mas não conseguiu marcar. O Furacão foi prejudicado pela péssima atuação do trio de arbitragem, formado pelos árbitros Helanderson Carneiro Roseira, Fabiano Colpani e Diogo de Moraes. Helanderson Roseira deixou de marcar dois pênaltis claros para o Rubro-Negro.

O time comandado pelo técnico Marquinhos Santos impôs o seu ritmo desde os primeiros minutos e teve boas oportunidades de abrir o placar com as cobranças de faltas do lateral-direita Gustavo Buso. Aos 15 minutos, o atacante Henrique fez boa jogada pela direita e chutou, mas o zagueiro cortou. Na sobra, o meia Lucas Sotero quase marcou, mas a bola acabou saindo pela esquerda.

A melhor chance do primeiro tempo aconteceu aos 23 minutos, quando o atacante Harrison sofreu falta perto da marca de escanteio. Na cobrança fechada, a bola desviou no zagueiro e passou perto da trave. O Coritiba respondeu em seguida quando, em um contra-ataque, Paraguaio invadiu a área e cruzou, mas o zagueiro Leonardo tirou de cabeça. Antes do intervalo os atleticanos ainda tiveram três chances de marcar, com Gustavo Buso, Lucas Sotero e Henrique, mas pararam na zaga adversária.

Segundo tempo

Logo no início segundo tempo, o Coritiba teve o seu melhor lance na partida, assustando a equipe rubro-negra. Aos 8 minutos, o atacante Thalisson chutou forte e cruzado, acertando a bola no travessão do goleiro Leonardo. Mas foi só. O susto serviu para reanimar os atleticanos, que foram para cima. Aos 14 minutos, o primeiro lance polêmico da partida. O atacante Henrique invadiu a área e ajeitou a bola para chutar, mas sofreu pênalti. O árbitro, mesmo em cima do lance, nada marcou.

No minuto seguinte, Marquinhos Santos fez sua primeira substituição, colocando o atacante Juninho no lugar de Harrison. A troca surtiu efeito dois minutos depois, quando Juninho invadiu a área e chutou forte, mas o goleiro Hérico colocou para escanteio. Aos 23 minutos, Lucas Sotero chutou forte e novamente o goleiro colocou para escanteio. Na cobrança, o zagueiro adversário segurou a bola com a mão, mas o árbitro Helanderson Roseira nada marcou.

No lance seguinte, a bola foi tocada para fora por um jogador do Coritiba, mas o assistente inverteu o lateral, o que provocou a irritação do técnico atleticano. Marquinhos Santos reclamou e acabou excluído da partida. Aos 28 minutos, faltando dois minutos para o término do jogo, o volante Nike sofreu falta sem bola, mas quando reclamou, foi expulso. Já nos acréscimos, Lucas Sotero desperdiçou a última boa chance de gol do Atlético.

O Rubro-Negro jogou com Leonardo Pinheiro; Gustavo Buso, Bruno, Leonardo, Luccas Claro e Alex Sandro; Batata, Nike (Artur) e Lucas Sotero; Henrique e Harrison (Juninho).



Últimas Notícias

Brasileiro

Empate com gosto amargo

Na última partida do domingo (18), Athletico e Cuiabá se enfrentaram pela 27ª rodada do Brasileirão no Joaquim Américo diante de pouco mais de 17…