15 jul 2006 - 12h30

Manchetes atleticanas deste sábado

Os atleticanos apostam na reviravolta que uma vitória nestas circunstâncias pode causar. “Eu mesmo já joguei vários clássicos com um time na pior e outro bem, mas de repente o que estava mal ganhou”, diz Givanildo, que não vê um momento tão ruim do Furacão. “Não é o nosso caso. É verdade que estamos devendo, mas a situação não é desesperadora”, ameniza.

 

No início da noite, o Atlético comunicou em nota oficial que Dagoberto foi punido com a suspensão de suas atividades por um dia de trabalho, por quebra de conduta ética. O clube justifica a sanção afirmando que o jogador se referiu de modo desrespeitoso ao técnico Givanildo através da imprensa, e que “o fato se agravou com novo desacato durante os treinos desta manhã, quando Dagoberto reiterou as ofensas, de viva voz, na frente dos demais atletas e de integrantes da comissão técnica”.

 

O atacante Dagoberto, 23 anos, ficará novamente fora do time do Atlético. Na última sexta-feira, ele deixou o CT do Caju antes do início do último treinamento para o jogo de domingo, contra o Paraná, e não deu entrevistas. Na quinta-feira, porém, havia declarado que estava impedido de jogar pela diretoria do clube.

 

O atacante Dagoberto não participou do treinamento coletivo desta sexta-feira com os demais atletas do Atlético-PR. Isso confirma que o jogador não irá participar do clássico contra o Paraná no próximo domingo, no Pinheirão.

 

As cenas dos próximos capítulos prometem ser eletrizantes. A Justiça prorrogou o contrato do atacante Dagoberto por mais 250 dias, coisa e tal, mas vem mais bomba por aí. Ontem, surgiu na capital paulista a informação de que o São Paulo só está esperando a queda dessa liminar para finalizar a negociação com a Massa Sports e levar o craque para o Morumbi.

 


Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…