17 jul 2006 - 0h02

Giva: "Time melhorou, mas ainda cometeu erros"

O técnico Givanildo Oliveira concedeu uma entrevista coletiva após o jogo contra o Paraná Clube. Depois de mais uma derrota no Campeonato Brasileiro o treinador voltou a criticar o setor defensivo, a postura dos jogadores e a falta de aproveitamento nas finalizações.

"Nós perdemos o jogo, mas dizer que nós não criamos que não melhoramos em relação ao jogo passado é uma injustiça", comentou Givanildo.

Confira os principais trechos da coletiva à imprensa concedida pelo treinador:

O JOGO
"O time jogou melhor do que o jogo contra o Fortaleza, nós melhoramos. O time melhorou, com certeza. Hoje poderíamos ter empatado, principalmente em um dos últimos lances, com o Denis Marques sozinho na cara do Flávio. Mas o time de novo teve erros, principalmente no segundo gol. Pecamos num trabalho que fizemos durante toda a semana, dia-a-dia. Nós trabalhamos sempre essa jogada de posicionamento e cruzamento, olhar quem está entrando na área e acabou acontecendo essa vitória do Paraná Clube. Sabemos das necessidades que temos e do que precisamos melhorar, mas é uma competição longa, mas os jogos vão passando e você tem que começar a ganhar. Ganhamos do Juventude, empatamos fora com o Cruzeiro, ganhamos do Palmeiras e empatamos em casa com o Fortaleza, desperdiçando um pênalti e tendo um homem a mais no segundo tempo inteiro. E hoje não fizemos, mas criamos várias situações. Chegamos várias vezes na área do Paraná, mas não soubemos aproveitar".

MUDANÇAS
"Nós estávamos perdendo por 2 a 1 e o nosso pensamento era de o Válber jogar pelo lado, onde ele já treinou. Pedi para ele ir para cima e criar mais situações daquele lado do campo. Mas o Paraná começou a se fechar e eu achei melhor que ele entrasse pelo meio e para trazer o jogo de novo. Daí coloquei o Ivan na lateral para o Válber se aproximar mais do Denis e do Pedro Oldoni. Mas nem sempre estas coisas dão certo como a gente quer, principalmente para que está perdendo o jogo. O Denis vem trabalhando bem, não é questão de dar moral, por isso que ele tem entrado nos jogos. Agora, a questão de ser titular ou não será decidida nos treinos. Vamos pensar no que for melhor para o Atlético".

ADVERSÁRIO
"O Paraná é um grande time. Nos dois últimos jogos, eles tinham ganhado do Goiás e do Flamengo, fora de casa. É um time credenciado a avançar. Claro que ainda faltam muitos jogos, mas é um time bem treinado, arrumado e nós encontramos um time desse jeito. Nós perdemos o jogo, mas dizer que nós não criamos que não melhoramos em relação ao jogo passado é uma injustiça".

ERROS
"Foi de novo uma bola do lado, o rapaz cabeceou sozinho, sem ninguém e isso não pode acontecer. A gente sabe que as jogadas mais perigosas no futebol de hoje são essas. Mas esses erros na bola parada não podem mais acontecer. A gente avisou dessas situações, alertamos sobre esse jogador Edmilson, que fez dois de cabeça contra o Flamengo, que era um atacante forte, que tinha de ter atenção, mas houve uma falha".

AUSÊNCIAS
"Vocês (da imprensa) sabem das dificuldades que eu tenho. O Alex teve um problema e não pôde jogar esse jogo. O César só pode jogar em agosto. Então, com a saída do Paulo André, eu fiquei sem dois zagueiros. Se eu achar que vai ser melhor mudar e colocar três zagueiros, eu posso mudar. Ninguém gosta de estar passando por essa situação. Você fica chateado, lamenta o acontecido. Treinador nenhum gosta de perder, imagina então empatar em casa e perder um clássico, onde o Paraná disparou na tabela. Mas a vida e a nossa luta como treinador é essa. Sou como todos, queremos sempre ganhar e a gente trabalha para isso. Mas é difícil, as dificuldades existem e nós estamos passando por elas no momento".

CONTRATAÇÕES
"Vocês lembram muito bem que quando o Paulo André estava aqui eu pedi um zagueiro. Então, se eu perdi o Paulo André eu não preciso de um, eu preciso de dois. Estamos procurando, mas têm jogadores que já fizeram as seis partidas e estão indisponíveis. Mas nós vamos procurar mais um zagueiro para completar".



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…