25 jul 2006 - 13h05

Um novo tempo

Nesta terça-feira, dia 25 de julho, teve início a terceira "Era Vadão". Vitorioso na sua primeira passagem pelo clube entre 99 e 2000 e nem tanto na segunda, em 2003, o técnico Oswaldo Alvarez começou a trabalhar no CT do Caju sob os olhos atentos dos jogadores e a esperança da torcida. Vadão chega ao Furacão com mais de 70% de aprovação dos torcedores (de acordo com enquete promovida pela Furacao.com, que não tem valor científico), um índice que pode lhe dar tranqüilidade para desenvolver seu trabalho.

Nos próximos dias, sua atividade e da nova comissão técnica, formada por Walter Grassmann e Gersinho, será intensa. Seu primeiro trabalho será resgatar a confiança dos atletas, estraçalhada após sete derrotas em treze rodadas do Campeonato Brasileiro. Além de trabalhar com o lado emocional do grupo, Vadão precisará ainda corrigir defeitos de ordem tática e selecionar os jogadores de melhor condição técnica para iniciar uma arrancada atleticana no Brasileirão.

Ao seu lado, estará a torcida atleticana, sempre fanática e incentivadora. Para o próximo jogo, contra o Flamengo, está programada uma grande festa nas arquibancadas. A idéia é que o bom astral fora de campo incentive os jogadores atleticanos.

Com Dagoberto, Vadão comanda treino

O primeiro treinamento comandado por Vadão ocorreu nesta terça-feira pela manhã. A grande novidade foi a presença do atacante Dagoberto, que tem grandes chances de voltar a jogar no domingo.

Vadão e Dagoberto já tem uma história no Rubro-Negro. O treinador havia declarado logo após o jogo contra o Vasco, no domingo, sua admiração pelo jogador, que em 2003 foi seu comandado. “O Dagoberto teve uma passagem brilhante comigo, é um jogador do qual eu gosto muito”, revelou. Oswaldo Alvarez também afirmou que antes teria que conversar com a diretoria do clube para saber da atual situação do jogador, mas não escondeu o desejo de ter ele no seu time. “Parece que ele teve um problema. Nós vamos conversar com a diretoria em relação a ele, mas é óbvio que é um jogador importantíssimo e faz parte dos planos", declarou.

Problema resolvido, pelo menos dentro de campo, o atacante, que teria sido o pivô da saída de Givanildo Oliveira do Atlético, treinou com o elenco rubro-negro nesta terça, e poderá ser o primeiro reforço do novo treinador para a partida contra o Flamengo, domingo, às 16h, na Kyocera Arena.



Últimas Notícias