27 jul 2006 - 9h08

Manchetes atleticanas desta quinta-feira

“Vale a pena ver de novo” move Vadão no Rubro-Negro
Desde que retornou à Primeira Divisão, em 1996, o Atlético apostou cinco vezes no “vale a pena ver de novo” para o cargo de treinador. Sempre que a equipe entrou em crise técnica, um velho conhecido desembarcou na Baixada. Abel Braga, Oswaldo Alvarez, Evaristo de Macedo, Antônio Lopes e Mário Sérgio foram os protagonistas desse batido roteiro que quase sempre deu certo. Em quatro das cinco oportunidades, a reprise deu resultado. Na vez em que a volta não foi feliz, justamente Vadão estava à frente do Rubro-Negro.

 

Atlético começa a ter a “cara” de Vadão
O Atlético de Osvaldo Alvarez, o Vadão, já tem uma cara. Convicção antiga do treinador, o sistema com três zagueiros deve nortear a tática do Rubro-Negro daqui por diante. E com uma nova dupla no ataque: Denis Marques e Dagoberto.

 

Para resgatar as origens
O Atlético precisa voltar a ser “o Atlético”. Esse foi o recado do técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, no seu primeiro dia de trabalho no clube, ontem. Para o treinador, a equipe deve resgatar o futebol apresentado desde a inauguração da nova Baixada, em 1999. “Temos que ser o Atlético Paranaense, um time vibrante”, declarou. “Dentro da Baixada, temos que ir para cima do adversário, pressionar”, explicou.

 

Vadão busca "solução caseira" no Atlético
"Temos que buscar solução no grupo." A declaração do novo técnico do Atlético, Oswaldo Alvarez, o Vadão, será colocada em prática no próximo domingo, contra o Flamengo, na Kyocera Arena. O treinador terá quase todo o elenco à disposição, com os retornos do atacante Dagoberto e do meia Fabrício, e a partida servirá como avaliação para a vinda ou não de reforços.

 

Vadão escala o Furacão com três volantes
O técnico Vadão que acabou de chegar ao Atlético-PR, estava pensando em manter a equipe no 3-5-2 para a partida de domingo, contra o Flamengo, na Arena da Baixada. Estava! Não está mais! Ele resolveu escalar a equipe com dois zagueiros e com três homens de contenção na meia-cancha. Com isso, Ferreira será o único responsável pela armação das jogadas.

 


Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…