30 jul 2006 - 20h48

Dagoberto voltou a jogar depois de 77 dias

Depois de 77 dias de muitas discussões via imprensa (em especial com o ex-técnico Givanildo Oliveira), briga judicial e afirmar que não negociaria mais a renovação contratual com o Atlético, enfim Dagoberto voltou a vestir a camisa do Furacão. E o reencontro com o clube e com a torcida foi de maneira respeitosa. Das arquibancadas, o jogador não ouviu o famoso coro saudando-o. Mas, em compensação, também não ouviu vaias. E, depois de dar o passe para o gol de Ferreira e ter uma boa apresentação, saiu de campo sob os aplausos da torcida atleticana. "Quanto entro e coloco essa camisa tento honrá-la", disse Dagoberto ao final da partida.

Os companheiros de time reconheceram a importância do atacante para o clube. Na entrevista coletiva após a partida, o técnico Oswaldo Alvarez destacou o bom futebol desempenhado por Dagoberto. “O Dagoberto surpreendeu, depois de tanto tempo sem jogar e não cansou. Só o tirei porque estavam judiando muito dele e podia acontecer uma contusão”, disse Vadão.

O meia Ferreira, autor do gol que garantiu a vitória atleticana, também destacou o bom futebol de Dagoberto, que deu o passe para que o colombiano marcasse o gol do Furacão. “É importante ter o Dagoberto no nosso time. Ele tem muita habilidade e facilita, pois ele tem bastante velocidade. Isso me ajuda bastante. Ele fez um bom jogo e graças a Deus o time conseguiu um bom resultado”, afirmou Ferreira.



Últimas Notícias