30 jul 2006 - 19h16

Torcida foi respeitosa com Dagoberto

Quem estava ansioso para saber a reação da torcida atleticana diante do retorno do atacante Dagoberto aos gramados talvez tenha se decepcionado. A volta do jogador não causou um furor, como era esperado. Não houve vaias, nem um apoio explícito ao jogador, envolvido em disputas fora de campo para renovar seu contrato e permanecer no clube.

Antes do início da partida, a torcida atleticana não cantou o tradicional grito "Dago, Dago, Dago, Dago, é Dagoberto!", com o qual sempre incentiva o atacante. Por outro lado, também não houve vaias e xingamentos. Os torcedores pareciam estar mais concentrados em apoiar a equipe, que precisava de uma vitória para voltar a respirar no Campeonato Brasileiro.

Dagoberto protagonizou algumas jogadas de efeito, mas sentiu a falta de ritmo de jogo – sua última partida havia sido em maio, contra o Santa Cruz. Mesmo assim, participou decisivamente da jogada do gol atleticano. Foi dele o passe para Ferreira marcar. A seis minutos do fim do jogo, o atacante, que jogou com a camisa 10, deixou o campo para a entrada de Fabrício. Ao sair, Dagoberto foi aplaudido pelos torcedores.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…