2 ago 2006 - 17h57

Atlético luta pela Timemania em Brasília

O Atlético foi um dos clubes que estiveram reunidos nesta quarta-feira em Brasília com o ministro do Esporte para pedir a agilização da votação do Projeto de Lei que institui a Timemania. Uma delegação formada por dirigentes do Atlético, Botafogo, Flamengo, Fluminense, Vasco, Palmeiras, Paraná Clube, Grêmio, Internacional, Gama, Juventude, Figueirense, Vitória, Bahia, Goiás e América-MG, além de Fabio Koff, do Clube dos 13, participou de um café da manhã com o ministro do Esporte, Orlando Silva Jr., e com parlamentares e líderes de bancada da Câmara dos Deputados.

Os dirigentes dos clubes querem agilidade na votação do Projeto de Lei. "Estamos aqui para fazer um apelo, pois estamos no nosso limite. Precisamos que a Timemania seja aprovada, pois será uma ferramenta fundamental para que as dívidas dos clubes sejam sanadas", afirmou Fábio Koff.

Sobre a Timemania

A Timemania será uma loteria como a Megasena que vai utilizar em seus jogos os símbolos dos 80 times participantes do Campeonato Brasileiro nas séries A, B e C, no lugar dos números. A expectativa é de que, com as dívidas tributárias e de FGTS quitadas, os clubes tenham recursos para investir em esporte de base, estrutura de treinamento, contratação e manutenção de jogadores, dentre outros projetos. Os clubes receberão 22% dos recursos.

Com informações do Ministério do Esporte



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…