3 ago 2006 - 11h16

Gabriel Massa obtém liminar contra Massa Sports

O empresário Gabriel Massa, filho do apresentador Ratinho e ex-integrante da Massa Sports (empresa que gerencia a carreira do atleticano Dagoberto) obteve nesta quinta-feira uma liminar contra seus ex-sócios Marcos e Naor Malaquias. O Juiz de Direito da 8ª Vara Cível de Curitiba concedeu antecipação de tutela na ação de dissolução de sociedade proposta por Gabriel para os fins de impedir que a sociedade continue girando sob o nome de "Massa Sports". O nome da sociedade foi criado com base no sobrenome de Gabriel, filho do apresentador Ratinho.

A empresa foi criada em 2004 e vem assessorando jogadores como Dagoberto e Pedro Oldoni, atacantes do Atlético, além de outros jogadores que passaram pelo clube, como o volante Fabiano.

Em 2005, acontecia a primeira desavença entre Massa Sports e o Atlético, envolvendo o atacante Maciel, que veio do Porto, clube lusitano. Na época, o presidente Mário Celso Petraglia declarou: "A parceria com a Massa não se concretizou. O Porto nos cedeu o jogador Maciel e eles nos deram a opção de o Atlético ficar com 50% em uma possível negociação; a Massa ficaria com a opção dos outros 50%. Na hora de fechar, eles declinaram. Houve um investidor português que pagou a outra parte e também ficou com a opção de ficar com 50% dos direitos do Maciel."

Já em 2006, a Massa Sports passou a ser vista com grande desconfiança pelos atleticanos em razão do imbróglio envolvendo a renovação do jogador Dagoberto. A empresa e a diretoria atleticana trocaram farpas constantemente e a tentativa de renovação do contrato do atacante não saiu do papel.

No mês de junho, Gabriel Massa anunciou sua retirada da sociedade, alegando "discordar veementemente do interesse do jogador e dos demais sócios de encerrar as negociações”, como revelou seu advogado Guilherme Gonçalves. Contudo, os irmãos Malaquias mantiveram a denominação "Massa Sports", alegando que o nome seria uma alusão a "multidão, povo, torcida", e não ao sobrenome de Gabriel e de seu pai Carlos (Ratinho).

De acordo com a decisão proferida hoje, os atuais sócios da empresa terão trinta dias para promover a alteração do nome "Massa Sports". Ademais, os sócios precisarão da anuência do ex-integrante Gabriel em caso de negociação de qualquer atleta contratado.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…