O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
16 ago 2006 - 17h57

Retrato de um realista: “vamos marchar, sempre cantando”

Otimistas e pessimistas que me perdoem, mas eu estou mais para realista. Nosso time não tem “taco” para reagir como em 2005, mas não cairemos para a segunda divisão, é óbvio! Afinal, somos o Clube Atlético Paranaense, a maior torcida do Paraná (que inclusive lotará 12 ônibus para acompanhar, em outro estado, o time que estará na zona do rebaixamento), temos o melhor meio-estádio do mundo, o melhor CT, melhor Presidente (afinal, nenhum time fez em 10 anos o que nós fizemos) e um time que é ruim, mas não é “tão” ruim assim (e que vai enfrentar times bem piores).

Estamos mal, concordo! Mas passamos seis meses sem técnico, sem esquema, sem treino, sem carinho, sem afeto, sem lenço e sem documento. Nesse tempo, perdemos tudo o que nos foi prometido – o melhor ataque do Brasil, a cobertura do nosso time pela imprensa – e até mesmo a esperança. Mas teremos um fim de ano – ao menos – não tão triste como o time do estádio da reforma (aquele que sempre está em obras) que foi rebaixado porque não tinha nada parecido com o que temos.

Em tempo: Todo mundo erra… o Inter quase caiu pra segundona na despedida do Dunga, o São Paulo ficou uma década sem ganhar absolutamente nada e hoje estão disputando a Libertadores.

Ano passado, tivemos um começo de ano (que durou quatro, e não oito meses) bem conturbado. Reagimos e esse ano não será diferente. Veremos isso neste domingo. Sem Dagoberto (que precisa ir embora) o time vai entender que depende de TODOS para vencer. E venceremos. Começaremos nossa reação. A esperança voltará.

E, com a fé renovada, pois reagiremos (o suficiente, pelo menos) no Brasileirão e estaremos bem para a Sulamericana, vamos enfrentar o time das muitas vilas em queda e, coroaemos a união torcida-diretoria-time num jogaço contra o River Plate na Arena pela Sulamericana. Depois, como na Libertadores de 2005, todo o resto será lucro.

Enfim, não me venham com esta de que abandonaram o time em 2006, que não amam o Atlético, pois isso é balela! Time não se troca. Ninguém pára de torcer para um time de futebol, muito menos se ele for o Atlético. Pode nos faltar ânimo para sofrer assistindo Jancarlos, Ivan, João Leonardo, Danilo, Christian, Evandro, Fabrício, Herreira e Denis Marques (entre outros), mas ninguém vai deixar de torcer para o Atlético. Mesmo porque, esses cabeças de bagre um dia passarão, porém o Atlético, jamais passará!

Por isso, “vamos marchar, sempre cantando o hino do Furacão”, afinal, quem canta que “não teme a própria morte” não pode esmorecer diante de tão pouco.



Últimas Notícias

Opinião

Se fosse simples….

…qualquer um faria! Hoje, com o advento maciço da internet, todo mundo é chef, todo mundo é coaching, todo mundo é tudo! Basta ver uma…