17 ago 2006 - 9h10

Diretoria vai aos EUA em busca de financiamento

Enquanto espera uma decisão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, sobre a liberação de recursos para a conclusão da Kyocera Arena, a diretoria do Atlético vai em busca de outras fontes para conseguir o dinheiro necessário para o término do estádio e demais obras que serão construídas no terreno onde hoje está o Colégio Expoente. Estima-se que o clube precise de R$ 51 milhões para a conclusão da obra.

De acordo com reportagem desta quinta-feira do jornal Gazeta do Povo, o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mario Celso Petraglia, e o diretor de marketing do clube, Mauro Holzmann, viajarão nesta quinta-feira para os Estados Unidos em busca de financiamento para o projeto. Com isso, o clube não precisaria sequer esperar a resposta do BNDES para terminar a Arena.

Na semana passada, o ministro dos Esportes, Orlando Silva, confirmou que a conclusão do estádio atleticano é vista como prioridade para o governo, pois é um dos principais trunfos da candidatura brasileira para sediar a Copa de 2014. Ele informou, ainda, que a liberação de recursos para a conclusão da Arena está na pauta de prioridades do BNDES. "O estádio do Atlético será o primeiro a ser beneficiado por este plano visando a Copa", afirmou.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…