12 set 2006 - 21h18

Boca Juniors sonda a contratação de Navarro Montoya

O veterano goleiro Navarro Montoya pode voltar ao Boca Juniors, clube no qual viveu a melhor fase de sua carreira, nos anos 90. A possibilidade de o Boca recontratar Navarro surgiu depois da contusão do jovem arqueiro Javier García, terceiro goleiro do time, que ficará afastado dos gramados por seis meses. Bobadilla é titular absoluto, mas seu reserva imediato Migliore deverá deixar o clube no final do ano. Como na próxima temporada o Boca irá disputar a Copa Libertadores, a direção deseja contar com um elenco forte. De acordo com a imprensa argentina, a idéia de contratar Navarro Montoya partiu de ninguém menos que presidente Mauricio Macri e foi prontamente encampada pelo novo técnico do time, Ricardo Lavolpe.

A especulação acerca de um possível retorno de Navarro Montoya ao Boca Juniors agitou a imprensa esportiva da Argentina. O assunto foi notícia de diversos periódicos e os jornalistas se apressaram a entrar em contato com o próprio goleiro para checar a veracidade da especulação. Atualmente na reserva do Atlético, Navarro concedeu várias entrevistas e disse ter ficado muito feliz com a possibilidade de voltar a jogar no Boca quase dez anos depois. "Me deixa muito contente porque todos sabem o que significaria para mim jogar no Boca, mas não tive nenhum contato oficial", afirmou o arqueiro, que até agora só realizou um jogo pelo Atlético (vitória sobre o Santos por 2 a 1, na Kyocera Arena).

Navarro Montoya cogitou até mesmo a hipótese de rescindir seu contrato com o Furacão, que vai até 31 de dezembro. "Tenho contrato aqui até dezembro e estava claro desde o princípio que seria só por seis meses. Existe uma cláusula para conversarmos e rescindir o vínculo se alguma das partes assim o deseja", revelou o goleiro ao jornal Clarín. Navarro disse que se a negociação se concretizar ele será o homem mais feliz do mundo porque o Boca significa "muitíssimo" para ele.

O veterano goleiro demonstrou ainda muita confiança em sua forma. "Hoje sou muito melhor goleiro que há dez anos. Me sinto bárbaro, me cuidei muito ao longo da minha carreira e com os anos eu somei experiência. A idade não é um impedimento para render bem. Mostrei isso até há três meses no Gimnasia", opinou.

Navarro Montoya só escorregou quando perguntado pelos jornalistas como estava sua situação no Brasil, se ele estava jogando no "Paranaense". O goleiro afirmou que estava jogando sim e que só havia ficado de fora da última partida devido a uma contusão. Ou seja, deu a entender que era titular do Rubro-Negro. Na verdade, o "Mono" é reserva de Cléber. Sua única atuação ocorreu quando Cléber estava suspenso.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…