12 set 2006 - 16h18

Vantagem tem que ser usada com inteligência, diz Vadão

Depois de vencer por 3 a 1 a partida de ida, contra o Paraná Clube, na Copa Sul-Americana, o time do Atlético pode perder por até 2 a 0 o jogo desta quarta-feira, na Kyocera Arena, que estará classificado para as oitavas-de-final da competição. Apesar dessa vantagem, o técnico Oswaldo Alvarez afirma que o time precisa jogar com inteligência para conseguir a vaga e enfrentar o argentino River Plate na próxima fase do campeonato continental.

"Temos que estar tranqüilos. Todos nós queríamos uma vantagem e conseguimos. Agora não podemos fazer dessa vantagem um adversário", advertiu Vadão.

Para a partida, o treinador não poderá contar com o zagueiro João Leonardo, expulso na primeira partida, no Pinheirão. "Como é um jogo de um perfil totalmente diferente, até pela vantagem que conseguimos no primeiro jogo, todos os jogadores que estão relacionados têm chances de sair jogando. Isso porque temos que pensar em todas as possibilidades. Em atacar, em defender, em surpreender e em não ser surpreendido", disse o treinador.

Matemática para a classificação

Por ter marcado três gols fora de casa no jogo de ida, o Rubro-negro pode perder na Baixada por 2 a 0 que garante a vaga nas oitavas-de-final da Sul-Americana. Se o Paraná conseguir vencer por 3 a 1, a decisão do classificado será nos pênaltis. Vitória por dois gols do Paraná, a partir de 4 a 2, dá a classificação ao time da Vila.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…