19 set 2006 - 15h03

Clube confirma a contratação do zagueiro Gustavo

Como a Furacao.com já havia anunciado na última quarta-feira, o Atlético contratou o zagueiro Gustavo, de 22 anos. A oficialização da notícia só ocorreu nesta terça-feira, através de nota publicada no site oficial do Atlético. O recém-contratado já vem treinando com o grupo desde sexta-feira, mas ainda não foi inscrito no BID da CBF.

O zagueiro de apenas 22 anos afirmou ao site oficial do clube que nem sonhava em um dia vestir a camisa rubro-negra porque considera o Furacão um time de grande prestígio. “Para mim representa muito. Não vou dizer que era um sonho de criança, porque era muito grande sonhar assim. É um time que eu admiro muito e é uma instituição muito grande”, declarou.

Além disso ,o jogador está feliz por poder voltar a Curitiba, cidade em que nasceu e iniciou sua carreira futebolística. Ele declarou que sua família, em sua maioria, é atleticana, e espera corresponder a expectativa não só deles, mas de toda a torcida. “Estou na minha cidade, a maioria dos meus familiares são atleticanos. Então para mim é uma emoção muito grande estar no Atlético e espero retribuir essa oportunidade que estou tento para ajudar o clube em grandes conquistas", disse.

Em 1999, Gustavo iniciou sua carreira no Malutrom, hoje J.Malucelli, mas em 2003 se transferiu para o futebol inglês, para um dos clubes mais ricos da atualidade, o Chelsea. Na Inglaterra, o atleta disputou nove partidas pelo time B e, apesar da posição, marcou três gols e foi comandando pelo técnico italiano Cláudio Ranieri. Mas como havia assinado contrato de apenas um ano, no início de 2004, o zagueiro foi indicado pelo ex-técnico atleticano Levir Cupi, para disputar a temporada pelo Botafogo.

Em 2005, o Malutrom, que ainda detinha os direitos ecnômicos do jogador, o emprestou à Udinese da Itália, atual clube do ex-atacante atleticano Schumacher. Mas logo no início da temporada 2005/2006, o novo zagueiro atleticano foi transferido para outro time italiano, o Treviso, onde disputou 26 partidas e marcou apenas um gol. Sobre a diferença do futebol europeu para o brasileiro, Gustavo disse que é muito grande por eles usarem muito mais a força física deixando de lado a parte técnica. “Tem bastante diferença, mais na parte tática, principalmente na Itália. Eles usam muito a força e menos a parte técnica. Isso dá para ver nos brasileiros que estão lá, mesmo os que aqui não eram tanto destaque, estão se sobressaindo lá”, analisou.

O zagueiro, que não vinha atuando, terá que disputar uma vaga no time titular com César, Danilo, João Leonardo, Alex e Rhodolfo, e prometeu que irá se superar nos treinamentos para ajudar o Atlético na disputa do Campeonato Brasileiro. "Eu vou me dedicar o máximo e vou trabalhar para recuperar o ritmo de jogo. Quero contribuir de alguma maneira com o Atlético. Posso prometer muita dedicação, superação e entrega dentro de campo", comentou.

O jogador finalizou elogiando a estrutura do Atlético, que já conhecia. Em 2001, ele teve a oportunidade de ver de perto o Centro de Treinamentos, quando ficou um mês concentrado com a seleção paranaense de futebol e disse que a condição que o Rubro-Negro dá a seus atletas poucos clubes no mundo oferecem. "Não tem comparação com os outros clubes. Não chegam nem próximos da estrutura que o CT do Atlético tem", finalizou.

Clique aqui para conferir a ficha técnica do novo reforço atleticano.



Últimas Notícias