4 out 2006 - 21h42

Apito amigo

Numa partida equilibrada taticamente e bastante disputada, o árbitro Sálvio Spínola Fagundes Filho foi o personagem principal da derrota do Atlético por 3 a 2 para o Juventude, em Caxias do Sul. O principal erro foi determinante para a vitória do time da casa, com a marcação equivocada de um pênalti, aos 23 minutos do primeiro tempo. Além disso, erros de interpretação, impedimentos inexistentes e critérios desiguais na marcação de faltas acompanharam o árbitro nos 90 minutos de jogo.

A partida começou com cerca de 20 minutos de atraso, devido à falta de energia no estádio. A pane elétrica parece ter afetado também o árbitro do jogo. Com a bola rolando, os dois times passaram a se estudar, tentando encontrar espaços no sistema ofensivo, com as principais chances sendo criadas em chutes de fora da área.

Aos 23 minutos, o primeiro lance polêmico. Raulen deu uma bicicleta dentro da área, a bola bateu na mão Marcelo Silva e Sálvio Spínola assinalou o pênalti. O lance foi bastante contestado pelos atleticanos, já que o braço do jogador estava colado ao corpo, claramente mostrando que não havia a mínima intenção de colocar a mão na bola. Na cobrança, Christian abriu o marcador para o Juventude.

Ainda na etapa inicial, o Furacão teve que driblar os constantes erros da arbitragem – que marcava faltas inexistentes para o Juventude, tendo inclusive dado um amarelo para Erandir em lance que sequer foi falta. Aos 45 minutos, depois do cruzamento da direita, Paulo Rink cabeceou bonito e marcou seu primeiro gol com a camisa atleticana na temporada, empatando o jogo.

Mas na etapa final, o Atlético não reagiu bem ao gol que sofreu logo aos 5 minutos, marcado por Alexandre. Aos 22 minutos, Wellington ampliou a vantagem gaúcha após um rebote de Cléber. O Furacão só acordou nos minutos finais. Aos 33 minutos, mais um erro da arbitragem prejudicou o Rubro-Negro. Paulo Rink ganhou a jogada de Igor e tocou para Oldoni em posição legal, mas o auxiliar Valter José dos Reis marcou o impedimento, com o jogador atleticano saindo na cara do gol de André. Aos 39 minutos, Oldoni recebeu o cruzamento de Válber da direita e cabeceou nas mãos do goleiro André. Três minutos depois, numa jogada parecida, pela esquerda, com Válber, a bola foi na cabeça de Pedro Oldoni, que diminuiu para o Rubro-Negro.

%ficha=516%

Confira os melhores momentos da partida

Primeiro tempo
07 min – Cruzamento de Marcel pela esquerda, mas Christian cabeceou para fora.
15 min – Após boa troca de passes do Juventude, Fábio chutou de fora da área para fora.
17 min – Cristian chutou forte de fora da área, longe do gol de André.
22 min – Cristian cobrou falta da intermediária e André fez boa defesa.
24 min – Gol do Juventude. Christian cobrou o pênalti e abriu o marcador no Alfredo Jaconi.
31 min – Cléber saiu errado do gol e Danilo tirou em cima da linha.
33 min – Ferreira foi para a linha de fundo, mas Paulo Rink não alcançou para chutar.
35 min – Cristian cobrou a falta de fora da área e André fez firme defesa.
45 min – Gol do Atlético. No cruzamento da direita, Paulo Rink, de cabeça, empatou a partida.
47 min – Na bola cruzada na área do Atlético, Raulen cabeceou para fora.
47 min – Fim do primeiro tempo.

Segundo tempo
05 min – Gol do Juventude. Alexandre limpou o lance de João Leonardo e chutou cruzado, sem chances para Cléber.
22 min – Gol do Juventude. No contra-ataque rápido, Marcel chutou de fora da área, Cléber espalmou a bola nos pés de Wellington, que fez 3 a 1 para o Juventude.
28 min – Raulen arriscou um chute de fora da área e Cléber fez boa defesa.
31 min – Fabio chutou cruzado, Cléber espalmou e a zaga atleticana tirou o perigo.
32 min – Pedro Oldoni fez boa jogada individual, mas chutou para fora.
35 min – Boa troca de passes do Atlético, Cristian chutou de fora e o goleiro pegou firme.
39 min – Válber foi na linha de fundo e cruzou. Pedro Oldoni cabeceou e André fez boa defesa.
42 min – Gol do Atlético. Válber fez o cruzamento da esquerda na cabeça de Pedro Oldoni, que marcou o segundo do Rubro-Negro: 3 a 2.
44 min – Christian chutou colocado e Cléber fez boa defesa.
49 min – Fim de jogo.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…