8 out 2006 - 20h59

River venceu o clássico com o Boca por 3 a 1

Enquanto o Atlético ficou apenas no empate em 1 a 1, diante do Cruzeiro, no Campeonato Brasileiro, neste domingo, na Kyocera Arena, o River Plate, adversário da próxima quinta-feira, pela Sul- Americana venceu o clássico com o Boca Juniors, por 3 a 1, no Monumental de Nuñez, pelo torneio de Apertura do Campeonato Argentino e virá embalado para Curitiba.

A vitória no “El clássico dos clássicos”, como é chamado o jogo entre os dois times por atrair a atenção de todo o mundo, acabou com a invencibilidade do Boca na competição e deixou o torneio ainda mais interessante. O Boca continua na liderança com 22 pontos, seguido do La Maquina, que tem apenas um ponto a menos que o arqui-rival.

Segundo a matéria sobre a partida, do site oficial do River, o time merecia um placar ainda mais elástico. “El 3 a 1 final fue mentiroso porque nuestro equipo mereció un triunfo aún más abultado porque la superioridad demostrada, sobre todo en el segundo tiempo, fue abrumadora”, dizia a notícia.

Com apenas 18 anos, o atacante Gonzalo Higuaín mostrou porque é considerado a revelação do time, e marcou dois belos gols. O primeiro foi aos 29 minutos do primeiro tempo quando de calcanhar colocou a bola para fundo da rede. Mas apenas dois minutos depois o Boca chegou ao gol de empate com Rodrigo Palácio. No segundo tempo novamente a estrela de Higuaín brilhou. Aos oito minutos do segundo tempo, em uma bela jogada do meia Fernando Belluschi, o atacante chutou cruzado e deixou o marcador em 2 a 1 para o time da casa. E, novamente dos pés de Belluschi saiu o passe para o ultimo gol do clássico. O meia tocou para o atacante Ernesto Farias chutar forte, da entrada da área, direto para a rede adversária.

Higuaín e Belluschi entraram apenas no segundo tempo no jogo de ida, contra o Atlético. Logo que entraram, ambos deram maior volume de jogo e criaram oportunidades para o time argentino, que mesmo assim não conseguiu vencer o Rubro-Negro, que venceu por 1 a 0. Já o atacante Ernesto Farias foi titular ao lado de Falcão no ataque.

O time que entrou em campo neste domingo foi bem diferente do que o que enfrentou o Furacão na Sul-Americana. Com: Juan Pablo Carrizo; Eduardo Tuzzio, Christian Nasuti, Federico Lussenhoff ,Federico Domínguez; Fernando Belluschi, Nicolás Domingo, Paulo Ferrari, Víctor Zapata; Gonzalo Higuaín e Ernesto Farías. Enquanto que contra o time atleticano poupou muitos de seus titulares. Entrou com: Lux; Ferrari, Nasuti, Gerlo e Mareque; Augusto Fernández, Pusineri, Sosa e Sambueza; Farías e Falcão.



Últimas Notícias