9 out 2006 - 11h11

Manchetes atleticanas desta segunda-feira

Atlético paga pelos gols perdidos
“Temos de matar logo o jogo”. A frase de Michel na saída para o intervalo ilustrou a dura realidade que viria. Na volta do descanso, o Cruzeiro achou espaços na meia-cancha e, tocando rápido e consciente, castigou o anfitrião com gol de Wágner, logo aos 11.

 

Atlético perde muitos gols e fica no 1 a 1 com o Cruzeiro
Com um homem a mais e dominando a partida, a expectativa era que o Atlético garantisse a vitória no segundo tempo. Mas a entrada do zagueiro César, no lugar de João Leonardo, contundido, foi um desastre para a equipe paranaense. Insegura, a defesa rubro-negra passou a dar espaço ao Cruzeiro, que quase chegou ao empate com o atacante Ferreira.

 

Atlético tropeça em casa
A torcida sentiu isso e não perdoou. O zagueiro César que substituitu o lesionado João Leonardo, comprometeu e por três vezes quase entregou o jogo. Abandonou o campo vaiado quando, ao final do segundo tempo, foi expulso ao receber o segundo cartão amarelo. Denis Marques foi outro vaiado, ao perder diversos gols ou finalizar precipitadamente as jogadas sem passar para colegas melhor colocados.

 

Vadão ainda acredita na vaga para a Libertadores
Apesar disso, o técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, confia que a equipe possa chegar entre os primeiros e disputar uma vaga ao torneio continental. Atualmente, o clube está nove pontos atrás da zona da Libertadores.

 

Cruzeiro segura o Atlético na Arena
O Atlético teve boas chances, dominou na maior parte do jogo, atuou com um a mais desde o final do primeiro tempo mas não conseguiu vencer o Cruzeiro, ontem à tarde, na Kyocera Arena. A partida terminou empatada em 1 a 1 e agora o Rubro-Negro se concentra para decidir em casa a classificação para a terceira fase da Copa Sul-Americana diante do River Plate, na quinta-feira.

 


Últimas Notícias