11 out 2006 - 10h53

Manchetes atleticanas desta quarta-feira

Aparentemente, nada que tire o sono dos jogadores atleticanos e do técnico Vadão. Confiantes pela vantagem conquistada na primeira partida, eles garantem que o time tem plenas condições de ficar com a vaga mesmo que o River jogue com a formação que venceu o Boca Juniors por 3 a 1, domingo, no “Superclássico”, como os argentinos chamam o duelo entre as duas principais equipes do país.

 

“A vantagem é mínima. Não podemos acreditar que só jogar atrás, para não sofrer gols, será o suficiente. Temos que saber nos defender bem, mas de nenhuma maneira abdicar de atacar”, ressalta o técnico Vadão.

 

O River Plate virá com seu time principal para enfrentar o Atlético, amanhã às 19h15, na Baixada. Na partida de ida das oitavas-de-final da Copa Sul-Americana, em 27 de setembro, os argentinos utilizaram uma equipe mista, com reservas e alguns titulares. Antes daquele jogo, o técnico Daniel Passarella afirmou que sua prioridade era o Campeonato Argentino.

 

O zagueiro João Leonardo foi liberado nesta terça-feira pelo departamento médico do Atlético Paranaense para retornar ao time. O jogador lesionou a coxa direita durante o empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

 

O Atlético deve ter o time completo para a partida contra o River Plate, amanhã à noite, pela Copa Sul-Americana, na Kyocera Arena. O zagueiro João Leonardo, que poderia ser vetado pelo departamento médico, treinou ontem à tarde e inicialmente não tem problemas para enfrentar os hermanos no jogo de volta da segunda fase da competição.

 

Se depender do histórico de jogos internacionais na Arena, o Atlético já pode comemorar a classificação para a próxima fase da Copa Sul-Americana. Até agora foram 14 jogos disputados em Curitiba pela Libertadores e nada menos que 11 vitórias.

 


Últimas Notícias