12 out 2006 - 21h38

Com a bênção da padroeira, Atlético classificado!

O time Atlético provocou na torcida todos os tipos de sentimento que um ser humano pode imaginar. Mas no final aconteceu o que todo mundo queria: a alegria superou a tristeza e o Furacão conseguiu um empate por 2 a 2 com o River Plate e está classificado para as quartas-de-final da Copa Sul-Americana.

O técnico Vadão colocou o mesmo time que vinha atuando no Campeonato Brasileiro. A diferença de esquema foi que Erandir deu um passo para trás e jogou como terceiro zagueiro. O time brasileiro começou bem em campo. Alternando jogadas pelas laterais, os atacantes Marcos Aurélio e Denis Marques demoravam para chegar na bola, não aproveitando os cruzamentos de Jancarlos. O River Plate veio para jogar no contra-ataque, mas começou a assustar Cléber depois que Gallardo passou a dominar a meia-cancha. A sorte atleticana foi uma falta perto da área. Jancarlos, ora preterido nas cobranças, chamou a responsabilidade e acertou um belo chute. O gol aliviou a pressão argentina, que acabou o primeiro tempo atrás do marcador.

Que pressão é essa?

O segundo tempo mal havia começado e o River Plate passou a explorar as jogadas aéreas. Aos cinco minutos Michel trombou com Farías. O árbitro paraguaio Carlos Torres assinalou o pênalti. Gallardo bateu e converteu. Depois disso os argentinos quiseram o desempate. Até os 25 minutos o Atlético não assustou Lux. Com Alan Bahia no lugar de Cristian, o Rubro-Negro voltou a dominar o meio e atacou pelas pontas. Numa dessas jogadas, o próprio Alan Bahia foi derrubado perto da área. De novo Jancarlos cobrou com perfeição e desempatou o jogo. A alegria brasileira durou só dois minutos. Gerlo aproveitou uma bola aérea da esquerda e, de cabeça, fez o segundo dos argentinos.

A partir daí o River passou a pressionar cada vez mais. Só que sem nenhuma outra chance de virar o placar, o adversário viu a festa da única torcida brasileira na Copa Sul-Americana.

%ficha=518%

Primeiro tempo
6 min – Jancarlos dribou o argentino na lateral. Cruzou na área só que Ferreira chegou atrasado
10 min – Boa jogada de Denis Marques fora da área. Ele tocou para Cristian que chutou forte. Lux defendeu
11 min – O Atlético apertou o River Plate. De novo pela direita Jancarlos cruzou e ninguém chegou para concluir
24 min – Depois de uma seqüência de três escanteios, a zaga do River cortou. Cristian voltou a recuperar a bola a mandou longe
28 min – Gallardo pegou uma bola na intermediária. Arriscou de longe e Cléber mandou para escanteio
40 min – Denis Marques conseguiu roubar uma bola no campo de ataque. Deu um pique e chutou em cima do goleiro. No rebote Ferreira foi derrubado fora da área
41 min – Gol do Atlético. Na falta cobrada por Jancarlos, a bola entrou no ângulo direito de Lux
46 min – Fim do primeiro tempo

Segundo tempo
5 min – Pênalti para o River Plate. Gallardo recebeu dentro da área e trombou com Michel
6 min – Gol do River. O próprio Gallardo cobrou com precisão e empatou o jogo
24 min – Pressão do River Plate. A bola sobrou para o ataque argentino. Danilo conseguiu evitar o segundo e mandou para escanteio
27 min – Higuaín perdeu mais uma chance para o River. Na cara de Cléber, ele chutou para fora
37 min – Boa jogada de Paulo Rink. Ele chegou a finalizar, o goleiro defendeu, mas o árbitro Carlos Torres já havia marcado a falta em Alan Bahia
38 min – Gol do Atlético. Jancarlos, de novo, bateu uma falta com perfeição no ângulo de Lux
40 min – Gol do River Plate. Gerlo aproveitou uma cobrança de falta de Gallardo e marcou de cabeça
42 min – Pressão do River Plate. Higuaín encheu o pé de fora da área. Cléber mandou para escanteio
48 min – Fim de jogo



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…