13 out 2006 - 1h45

Jancarlos voltou a marcar de falta após um ano

Um ano. Este foi o tempo que o lateral-direito Jancarlos ficou sem balançar as redes adversárias em cobranças de falta. Mas para alegria de todos os atleticanos presentes na Kyocera Arena, nesta quinta-feira, pelas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana, contra o River Plate, a estrela do lateral voltou a brilhar. Foram dele os dois gols que garantiram o Furacão nas quartas-de-final da competição, contra o Nacional.

O jogo contra o time argentino estava muito difícil. As duas equipes entraram em campo com um só objetivo: a classificação. A partida foi marcada por muitas faltas, e poucas chances de gols para os dois lados. Mas, em duas faltas cometidas próximas da grande área o lateral-direito bateu, não deu chance para o arqueiro adversário defender, e garantiu a classificação rubro-negra, com um empate por 2 a 2 com o River.

A primeira cobrança veio para acalmar o time atleticano, que sofria uma forte pressão do La Maquina. Aos 41 minutos do primeiro tempo, o lateral voltou a marcar em bolas paradas e abriu marcador.

A segunda também deu o mesmo sentimento de alivio para os torcedores, jogadores e comissão técnica. A partida estava empatada em 1 a 1, e aos 38 minutos da segunda etapa, o jogador atleticano cobrou mais uma vez falta e colocou o Atlético na frente, o que fez o caldeirão explodir de alegria.

Em 2005, Jan marcou cinco gols no Campeonato Brasileiro, quatro deles foram em bolas paradas. Com todo este poderio, o atleta era o cobrador oficial de faltas do time atleticano. Esse ano, ele vinha tentando. Passou o Paranaense, e nada, veio o Brasileiro e a Copa do Brasil, e mais uma vez nada. Ele inclusive muitas vezes chegou a deixar as cobranças para seus companheiros, o lateral-esquerda Michel, o volante Cristian, o meia William e o atacante Marcos Aurélio. Mas, nesta quinta-feira, Jancarlos pegou a bola , ajeitou, cobrou, e gol. Esse ritual se repetiu ainda mais uma vez na partida, e não deu outra, gol.

O lateral atleticano não poderia ter escolhido hora melhor para por um fim neste jejum. A última cobrança que havia acabado em gol, foi no dia 11 de outubro, na vitória sobre o Brasiliense, por 4 a 0.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…