19 out 2006 - 11h10

Machucado, ídolo do Nacional quer jogar

Mesmo sofrendo uma grave contusão no joelho, o atacante Diego Alonso está disposto a jogar contra o Atlético nesta quinta-feira, na partida de ida das quartas-de-final da Copa Sul-Americana. O Tornado, como é chamado pelos torcedores, sofreu uma lesão no joelho direito e foi comunicado pelos médicos do clube que terá de ser operado nos próximos dias. Mesmo assim, Alonso disse que está disposto a se sacrificar em prol do time e jogar contra o Atlético nesta quinta para só depois ser operado.

Um jornal uruguaio noticiou o caso e classificou Alonso como "louco". A reportagem diz que a atitude do atacante é um exemplo notável para a juventude uruguaia e que qualquer um em seu lugar cuidaria primeiro de suas pernas e se prepararia para a cirurgia. "Pero Alonso es Alonso. Es alguien distinto", diz o jornal.

"Tenho muita vontade de poder jogar esta partida. Falei com o Doutor Suero e também com o Lasarte (técnico do Nacional). Existe uma possibilidade e quero aproveitá-la. Se tiver dor eu jogo, porque a dor eu suporto. O único problema é se eu tiver uma limitação física porque contra isso eu não posso fazer nada", afirmou o atacante.

Diego Martín Alonso López tem 31 anos e começou sua carreira no Bella Vista, do Uruguai. Depois, jogou por várias temporas no futebol espanhol, defendendo clubes de expressão como o Valencia e o Atlético de Madrid. Foi contratado recentemente pelo Nacional e logo já se tornou ídolo da torcida. Caso não possa jogar contra o Atlético, Alonso será substituído pelo panamenho Garcés ou pelo argentino Juárez.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…