20 out 2006 - 10h46

Manchetes atleticanas desta sexta-feira

O México de novo na rota do Furacão
Mas quem se saiu melhor foi Pedro Oldoni, que precisou de apenas três minutos depois de substituir Rink para empatar a partida com um chute de fora da área e tirar o Atlético do sufoco. Eram 28 do segundo tempo, o time perdia por 1 a 0 – gol de Alonso aos 10 – e sofria pressão.

 

Heróico, Atlético vira e encaminha classificação
O Atlético escreveu ontem mais uma página heróica de sua história em competições internacionais. Jogando em Montevidéu, no Uruguai, o Furacão venceu o Nacional de virada, por 2 a 1, e saiu na frente na disputa por uma vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana.

 

Visitante Implacável
O resultado no estádio Gran Parque Central, porém, foi conquistado com muita dificuldade. O Nacional, tricampeão mundial, abusou da força física e chegou a dominar boa parte da partida. O Atlético mostrou cansaço, apesar do técnico Vadão ter colocado cinco reservas desde o início (Montoya, William, César, Alan Bahia e Paulo Rink).

 

Atlético-PR vence Nacional e fica bem na Sul-Americana
Mesmo jogando fora de casa e contanto com uma atuação no mínimo atrapalhada do goleiro Navarro Montoya, o Atlético Paranaense conseguiu um importante resultado ao vencer nesta quinta-feira por 2 a 1 o Nacional, no Estádio Gran Parque Central, em Montevidéu, no Uruguai. Alonso abriu o placar para os uruguaios e Pedro Oldoni e Marcos Aurélio viraram o jogo para o Furacão.

 

Furacão bate o Nacional e sai em vantagem
O Atlético deu ontem um grande passo rumo às semifinais da Copa Sul-Americana. O Furacão bateu o Nacional de virada, por 2 a 1, em pleno Estádio Gran Parque Central, em Montevidéu, no Uruguai. Agora, a equipe do técnico Vadão viaja para enfrentar o Fortaleza, domingo, pelo Brasileirão, e o treinador pode novamente poupar alguns jogadores, desta vez para o duelo de volta contra o time uruguaio, na próxima quarta-feira. Um empate classificará o Atlético na competição sul-americana.

 

Vadão mudou a história do jogo com três alterações
O técnico Oswaldo Alvarez fez três substituições na equipe do Atlético, o Furacão virou o placar e venceu o Nacional por 2 a 1. Mesmo com as mudanças do time, Vadão acredita que os méritos foram dos jogadores.

 


Últimas Notícias