26 out 2006 - 1h55

Cristian pede placa para o terceiro gol

A expressão "sair do estádio e pagar um novo ingresso" merece ser colocada em destaque para o terceiro gol atleticano. Aos 11 minutos do segundo tempo o Rubro-Negro vencia o Nacional por 2 a 1. Marcos Aurélio tocou para Denis Marques. Com um toque de letra, o atacante achou Cristian no lado esquerdo do gramado. Marcos Aurélio abriu para receber dentro da área, driblou o zagueiro e encheu o pé para deixar o Furacão com ampla vantagem no marcador. O gol fez com que os torcedores ficassem por muito tempo em pé, batendo palmas para o trio que fez a linda jogada.

"Esse gol tem de ter uma placa. Não é qualquer time que faz esse gol. A gente fez um carnaval na defesa dele. O Marcos Aurélio e o Denis estão de parabéns. Mas temos de continuar com os pezinhos no chão, porque sem humildade ninguém ganha nada", afirmou o volante Cristian na coletiva de imprensa após o jogo.

A opinião do jogador atleticano foi referendada pelo jornalista Juca Kfouri, que escreveu em seu blog que "aos 11 minutos aconteceu um gol de placa em Curitiba".

Placa na Baixada

Uma jogada parecida com a de Denis Marques valeu uma placa na Kyocera Arena. O ano era 2000 e no dia 4 de junho o Furacão enfrentou o Paraná Clube. Aos 21 minutos do segundo tempo, o meio-campista Kelly driblou o zagueiro tricolor entre as pernas e deu um passe de letra para Lucas completar, sem pulo. O técnico daquela partida também era Oswaldo Alvarez.



Últimas Notícias