1 nov 2006 - 21h29

Seis vezes espetacular. Seis vezes Furacão

KYOCERA ARENA – Atlético e Vasco fizeram um jogo para ficar guardado na memória não só das duas torcidas. Paranaenses e cariocas deram uma demonstração de como o futebol brasileiro é: alegre, vibrante e com muitos gols. Depois de quatro viradas intercaladas, o Rubro-Negro conseguiu superar o rival, fez 6 a 4 e está a apenas quatro pontos da área de classificação da Copa Libertadores.

Os primeiros quarenta e cinco minutos foram bem disputados. Enquanto o Atlético buscava o apoio das alas, o Vasco povoava o meio-campo sabendo a hora de atacar. Aos nove minutos o Rubro-Negro abriu o marcador. Paulo Rink tocou de letra para Michel, o lateral mandou para a área. Marcos Aurélio chutou, a bola bateu no próprio Rink e saiu da área. No rebote Evanílson acertou uma bomba no ângulo de Cássio.

Bem postado, o Vasco foi pra cima. O empate não demorou para sair. No chute de Coutinho, Cléber defendeu e a bola foi para escanteio. Na cobrança curta, Ramón acertou um belo chute de fora da área enganando o goleiro atleticano. Sem conseguir encaixar os contra-ataques, o time paranaense viu o Vasco ampliar num bonito chute de Andrada. O jogador bateu uma falta do lado direito, forte, no meio do gol. Cléber não conseguiu impedir a virada.

Desfibrilador na torcida!

O segundo tempo começou da mesma maneira eletrizante. O Vasco quase fez o terceiro aos três minutos. Coutinho, na marca do pênalti, chutou por cima do gol de Cléber. Cinco minutos depois, Marcos Aurélio começou a fazer a diferença. Ele fez uma brilhante jogada individual perto da grande área e acertou o canto do goleiro.

A virada atleticana veio de novo com Marcos Aurélio. Cristian achou o atacante enrando pelo lado esquerdo da área. Ele chutou por baixo de Cássio e foi vibrar com a torcida o terceiro gol paranaense. Só que o Vasco não se encolheu. Ramón tocou para Leandro Amaral. O jogador do Vasco entrou na área e chutou para deixar tudo igual na Kyocera Arena. A nova virada carioca veio com Andrade. Ele acertou mais uma cobrança de falta e marcou 4 a 3.

Depois do gol, Oswaldo Alvarez colocou Válber e Pedro Oldoni nos lugares de Erandir e Paulo Rink, respectivamente. William havia entrado minutos antes no lugar de Cristian. As alterações surtiram efeito e aos 32 minutos o Atlético voltou a mandar no jogo. Válber cobrou uma falta do lado direito, Danilo se antecipou a marcação e fez de cabeça. A nova virada atleticana veio com Ferreira. Dois minutos depois do empate, o colombiano aproveitou um cruzamento de Evanílson e, de cabeça, fez 5 a 4.

Para coroar o belo jogo, Evanílson, um dos melhores em campo, brilhou na lateral e tocou para Pedro Oldoni girar e fazer 6 a 4 para o Furacão. A próxima partida do Atlético vai ser sábado, no Maracanã, contra o Flamengo.

%ficha=524%

Confira os melhores momentos da partida

Primeiro tempo
9 min – Gol do Atlético. Michel cruzou Marcos Aurélio. Ele chutou, a bola bateu em Paulo Rink. No rebote Evanílson chutou da entrada da área. Golaço
12 min – O Vasco tentou dar a resposta. Jean foi pelo lado esquerdo e se jogou na área. O árbitro Luís Vicentin Cansian não marcou nada
15 min – Coutinho arriscou de fora da área. Cléber mandou para escanteio
16 min – Gol do Vasco. Na cobrança curta do escanteio, Ramón acertou um belo chute de fora da área, sem chances para o goleiro atleticano
30 min – Michel serviu Paulo Rink. Na entrada da área ele ajeitou no peito e mandou para fora
41 min – Gol do Vasco. Andrade cobrou falta. Cléber não conseguiu defender e o Atlético acabou levando a virada
45 min – Ferreira tocou para Alan Bahia. O volante, sozinho na área, perdeu a chance do empate
46 min – Fim do primeiro tempo

Segundo tempo
3 min – Jean tocou para Coutinho. Na marca do pênalti o jogador bateu por cima do gol
8 min – Gol do Atlético. Jogada individual de Marcos Aurélio. Ele recebeu de fora da área, dominou e mandou no canto do goleiro vascaíno
14 min – O jogo pegou fogo. Ataque das duas equipes e bons momentos individuais
17 min – Gol do Atlético. Cristian achou Marcos Aurélio que tocou na saída do goleiro
23 min – Gol do Vasco. Ramón tocou para Leandro Amaral. O jogador do Vasco entrou na área e chutou na saída de Cléber
27 min – Gol do Vasco. Andrade, de longe, acertou mais uma cobrança de falta
32 min – Gol do Atlético. Válber cobrou falta e Danilo marcou de cabeça
34 min – Gol do Atlético. Evanílson cruzou e Ferreira desempatou de novo
36 min – Andrade bateu falta, Cléber espalmou e Madson chutou para fora
39 min – Válber arriscou de longe. O goleiro mandou para escanteio
47 min – Gol do Atlético. Evanílson brilhou na lateral e tocou para Pedro Oldoni. O atacante girou e chutou
49 min – Fim de jogo



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…